PSL analisa possível expulsão, caso vereadora Teresinha Medeiros apoie Rafael Fonteles

Teresinha foi uma das parlamentares da oposição que estiveram em uma reunião com Fonteles e Themístocles no sítio do presidente da Câmara, Jeová Alencar.

09/02/2022 08:29h - Atualizado em 09/02/2022 08:35h

Compartilhar no

A direção do Partido Social Liberal no Piauí acompanha de perto a situação da vereadora Teresinha Medeiros. A parlamentar declarou há duas semanas que apoiará o candidato do PT ao Governo do Estado, Rafael Fonteles, desobedecendo o direcionamento da sigla que é caminhar com a oposição no PiauíTeresinha foi uma das parlamentares da oposição que estiveram em uma reunião com Fonteles e Themístocles no sítio do presidente da Câmara, Jeová Alencar. 

Teresinha sempre teve uma ligação histórica com o PSDB em Teresina, apoiando o ex-prefeito Firmino Filho, porém, após a morte trágica do gestor, a vereadora se aproximou de Dr. Pessoa e do PT no âmbito estadual.

Presidente do PSL no Piauí, o vereador Luís André avaliou a situação e destacou que o partido irá discutir a situação da parlamentar e revelou que a decisão foi unilateral dela. “A decisão foi unilateral dela, se ela quer ficar do lado do governo que fique lá. E que tente lá apoiar os candidatos que estão do lado dele, eu estou do lado da oposição. Vamos discutir (a expulsão) e esperar os acontecimentos, o partido está mudando agora de rumo, vai ser um novo partido e os direcionamentos e a questão da fidelidade partidária. Vamos esperar os acontecimentos”, finalizou.  

FOTO: Assis Fernandes/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário