Quatro meses após eleição do TCE, Wellington confirma rompimento com Wilson Brandão

O desembarque de Brandão da base aliada ocorre cinco anos após o parlamentar deixar a oposição e aderir o grupo de apoio a Wellington Dias.

27/01/2022 09:04h - Atualizado em 27/01/2022 09:43h

Compartilhar no

O Governador Wellington Dias confirmou, em entrevista concedida na última quarta (26),  o que todos já esperavam, Wilson Brandão (Progressistas) não faz mais parte da base governista.  A afirmação ocorre  quatro meses após a derrota de Brandão para Flora Izabel na eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado,  o parlamentar culpou o próprio governador pela sua derrota e se disse traído por membros da base aliada. A articulação de Wellington junto a Flora e Zé Santana foi o principal motivo do rompimento.


Leia Mais: 

Wellington confirma volta de secretários e nega racha na base aliada
"Página triste da Assembleia", dispara Wilson Brandão após derrota 
Flora Izabel é eleita em primeiro turno para o TCE 

O desembarque de Brandão da base aliada, que era algo natural, ocorre cinco anos após o parlamentar deixar a oposição e aderir o grupo de apoio a Wellington Dias. Muito ligado as gestões de Wilson Martins, e fiel ao ex-governador, Brandão abandonou a oposição em 2017 por uma estratégia eleitoral. Na época, ele, os ex-deputados Rubens Martins e Robert Rios e o atual deputado Gustavo Neiva,todos do PSB, faziam uma ferrenha oposição a Wellington na Assembleia. Curiosamente, Brandão vai para a oposição justamente no momento em que Wilson Martins se fortalece como um dos principais aliados de Wellington e deve concluir uma federação para estar "coligado" ao PT. 

Recentemente Wilson Brandão comunicou a aliados que ficará no Progressistas, o fator definitivo para o governador. “Ele (Wilson Brandão) tinha anunciado que permanece no Progressistas que é um partido que se coloca na oposição no estado do Piauí e por essa razão ele tomou essa decisão. Teremos todo o carinho, o respeito, mas, nestas eleições estaremos em campos diferentes”, concluiu Wellington Dias.

Mineração continua com o mesmo secretário

Wilson Brandão comandou a secretaria de mineração ao longo de quase todo o último governo de Wellington Dias, o parlamentar deixou a pasta em setembro para votar na eleição do TCE, em seu lugar assumiu o atual secretário Howzembergson de Brito Lima. De acordo com o diário oficial do último dia 26 de janeiro o gestor continua no comando da secretaria. 

Foto: Thiago Amaral/Ascom Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário