Vereador diz que momento é de “repensar e refazer” partido de Bolsonaro no Piauí

A legenda passa por um processo de esvaziamento com a saída de lideranças Bolsonaristas

20/01/2023 09:39h

Compartilhar no

O vereador Leonardo Eulálio, dirigente do Partido Liberal em Teresina, revelou que espera uma reconstrução da sigla no Piauí. Enfraquecido após não conseguir eleger nenhum membro tanto na esfera federal como estadual, a legenda passa por um processo de esvaziamento com a saída de lideranças Bolsonaristas que não se identificam com a cúpula do partido.

Apesar de ter elegido a maior bancada federal, o PL enfrenta dificuldades para manter a ampla base concisa, dezenas de parlamentares já sinalizaram adesão a base de lula o que poderá causar uma debandada do partido.

Bolsonaro em visita ao Piauí no ano passado. Foto: Jailson Soares/ O DIA


Leonardo Eulálio confirmou que no próximo mês irá a Brasília e pode assumir a presidência da legenda, que hoje é conduzido no Piauí pela jornalista Samantha Cavalca. “Estivemos no final de ano com o nosso presidente Valdemar Costa Neto e agora em fevereiro deveremos retornar para poder retomar esse trabalho de refazer o partido. A gente tem ligação com o nosso presidente e teremos a melhor saída. Manteremos o nosso nome no partido e queremos retomar esse crescimento”, afirmou.

Para o vereador o momento é de reconstrução. “O PL é um partido grande que merece atenção. Elegemos 98 deputados federais com a maior a bancada da Câmara. Aqui em Teresina aconteceu uma dissolução do partido, todos os membros que tinha cadeiras migraram para outro partido, é momento de repensar e refazer o partido”, finalizou. 

FOTO: Tarcio Cruz/ O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no