Vox Populi: Rafael Fonteles tem 53,5% dos votos válidos e Sílvio Mendes tem 30,9%

O pré-candidato do PT teria mais de 50% com apoio do ex-presidente Lula e do ex-governador Wellington Dias se a eleição para governador fosse hoje

24/06/2022 14:05h

Compartilhar no

O pré-candidato Rafael Fonteles (PT) teria 53,5% dos votos válidos com apoio do ex-presidente Lula e do ex-governador Wellington Dias se a eleição para governador fosse hoje. É o que diz pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi para governador, senador e para presidente da República. 

O pré-candidato do União Brasil, Silvio Mendes, com apoio do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), aparece com 30,9% dos votos válidos. Na sequência, vem Major Diego (PL), com apoio do presidente Bolsonaro, com 5,6%. Venício do Ó (PTB), com apoio de Roberto Jefferson; Gessy Fonseca (PSC), com apoio do Pastor Everaldo; e Wallace Miranda (Novo), com apoio de Eduardo Ribeiro, têm 2,8% cada um. 

No cômputo geral, Rafael lidera na pesquisa estimulada com 38% das intenções de voto, com apoio de Lula e de Wellington, contra 22% de Silvio Mendes, com apoio de Ciro Nogueira. Major Diego tem 4% com apoio de Bolsonaro; Venício do Ó, com apoio de Roberto Jefferson; Gessy Fonseca, com apoio do Pastor Everaldo; e Wallace Miranda, com apoio de Eduardo Ribeiro, têm 2% cada; e outros somam 2%. O total de 14% votaria nulo ou branco e 15% não quiseram ou não souberam responder. 

A pesquisa foi realizada entre 15 e 19 de junho de 2022, com 800 pessoas de 44 municípios do Piauí. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. Foi registrada em 15 de junho junto à Justiça Eleitoral sob o número PI-07483/2022. A pesquisa para Presidente foi registrada sob o número BR-06774/2022.


EMPATE TÉCNICO NA ESPONTÂNEA - Na pesquisa espontânea para governador, os pré-candidatos do PT e União Brasil aparecem tecnicamente empatados dentro da margem de erro. Rafael tem 8% das intenções de voto e Sílvio 10%. Ainda são citados espontaneamente pelos entrevistados: Wellington Dias, com 5%, e outros nomes com menos de 1%, que somam 3%. Onze por cento votariam nulo ou branco e 63% não quiseram ou não souberam responder. 


Rafael é o pré-candidato que representa a renovação da política no Piauí 

A pesquisa da Vox Populi também entrevistou os piauienses sobre quais dos pré-candidatos ao governo representa a renovação da política no Piauí. Rafael Fonteles (PT) saiu à frente com 26%, seguido de Sílvio Mendes (União Brasil) com 21%, Gessy Fonseca (PSC) com 2%, Major Diego (PL) com 2%, Venício do Ó (PTB) com 2%, Wallace Miranda (Novo) com 1%, Ravenna Castro (PMN) com 1%, Gustavo Henrique Senador (Patriotas) com 1%. Alessander Mendes (Podemos) não pontuou. 16% dos entrevistados escolheram nulo ou branco e 26% não souberam ou não opinaram. 


Wellington Dias lidera com 51% das intenções de voto 

O ex-governador Wellington Dias (PT) lidera com ampla vantagem as intenções de voto para senador. A pesquisa estimulada mostra que 51% dos piauienses votam no petista, enquanto 10% votam em Joel Rodrigues (Progressistas). 

Em seguida, aparece o nome de Fábio Sérvio (Podemos), com 6%. Os que votam nulo ou branco somam 18% e não sabem ou não opinam, 15%. Wellington também lidera as intenções de voto na pesquisa espontânea. O pré-candidato do PT tem 8% contra 3% de Joel Rodrigues. 

Outros (nomes citados com menos de 1%) somam 2%. Os que votam branco ou nulo são 13% e os que não sabem ou não opinam, 73%. 

Lula lidera com ampla vantagem sobre Bolsonaro 

Na pesquisa estimulada para Presidente da República, o ex-presidente Lula teria 63% dos votos se a eleição fosse hoje, contra 15% do presidente Bolsonaro (PL). Ciro Gomes (PDT), aparece com 6%; André Janones (Avante), com 1%; Vera Lúcia (PSTU), Simone Tebet (MDB) e Felipe D’Ávila (Novo) não pontuaram. Não sabem ou não opinam 8% dos entrevistados e 6% votariam nulo ou em branco. 

Na espontânea, Lula é citado por 54% dos entrevistados e Bolsonaro por 13%. Ciro Gomes também foi lembrado por 3% dos entrevistados. Outros (nomes citados com menos de 1%) correspondem a 1%. Não sabem ou não opinam 26% e votos nulos e em branco somam 4%. 

Em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista teria 70% dos votos contra apenas 16% do atual presidente. Votariam nulo ou em branco 8% e não sabem ou não opinam 6%.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário