Wellington Dias quer apoio do Exército no combate ao narcotráfico

O governador se reuniu com novo comandante da 10ª Região Militar, general André Allão

13/10/2021 17:08h - Atualizado em 13/10/2021 18:00h

Compartilhar no

O combate ao narcotráfico entre os estados do Piauí deve contar com o apoio do Exército Brasileiro, defendeu o governador Wellington Dias nesta quarta-feira (13) durante encontro com o novo comandante da 10ª Região Militar – que abrange Piauí e Ceará -, general André Allão, no Palácio de Karnak.

“Tratamos sobre a importância de garantir na política de fronteiras uma integração entre as forças federais e de segurança do estado, para melhores resultados, tanto no combate ao narcotráfico, como na entrada de armas e outros ilícitos”, disse o governador.

Foto: Divulgação / Ccom

O chefe do Executivo destacou a parceria do Piauí com as forças armadas também durante a pandemia do novo coronavírus. “Somos gratos pela integração que temos no Piauí com as forças armadas, exército e marinha. Ajudaram muito no trabalho de combate à seca e na pandemia. Estamos prontos para mais parcerias, pensando sempre no melhor resultado para o nosso povo”, disse Wellington.

O general Allão assumiu o comando 10ª Região Militar a mais de um mês e fez sua primeira visita ao estado do Piauí. Ele lembrou que o Exército possui várias ações de engenharia e voltadas para o combate a Covid-19.

“Não poderia deixar de passar no governador, afinal, a minha tropa é composta por soldados do Piauí e temos muitos trabalhos sendo feitos no estado, seja pela engenharia, como no apoio ao combate à pandemia. É interessante o contato entre as esferas estadual, federal e municipal para que possamos encontrar melhores soluções para a sociedade”, afirmou.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário