Ex-deputado Tadeu Maia se filia ao PP e diz que muda de partido, mas não muda de lado

Filiação marca mais uma etapa da sequência de adesões à sigla oposicionista. Na última sexta, o empresário Valdeci Cavalcante também se filiou ao Progressistas.

11/10/2021 12:32h - Atualizado em 11/10/2021 12:46h

Compartilhar no

O ex-deputado estadual Tadeu Maia se filiou na tarde desta segunda (11) ao Progressistas. O evento que ocorreu na sede do partido, na zona leste de Teresina, marca mais uma etapa da sequência de adesões à sigla oposicionista. Na última sexta, o empresário Valdeci Cavalcante também se filiou à sigla. Com uma ligação histórica com o PSB, Tadeu foi suplente e assumiu a cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Piauí na Legislatura 2011-2014 no governo Wilson Martins. 

Tadeu lembrou o seu histórico político e reafirmou que muda de partido mas não mudará de lado, ele reafirma que continua na oposição ao governo estadual. 


O ex-deputado Tadeu Maia se filiou ao PP nesta segunda (11) - Foto: Tárcio Cruz/O Dia

"Durante muito tempo na minha vida tivemos uma atividade política, tanto o meu pai quanto eu. Meu pai iniciou a sua vida política no antigo PDS, partido de Lucídio Portella, Zé Luís Maia, Ciro Nogueira, no PP de Iracema, então desde esse tempo temos a nossa raiz política. Minha primeira filiação foi no PSB, de 2003 até 2020, estou mudando de partido mas não estou mudando de lado, o meu lado é o lado da oposição por que não concordamos com esse modelo administrativo que está presente no Piauí. Hoje eu coloco o meu nome e me filio ao Progressistas para ficar disponível ao partido, a missão que me for dada será cumprida, com muito zelo e responsabilidade", afirmou o advogado. 

Tadeu confirmou que será candidato a deputado estadual pelo Progressistas em 2022.

"Existe um chamamento de muitos amigos que pediram que voltasse a disputar o cargo de deputado estadual, a alegação deles é de que precisava dessa pessoa experiente para participar do projeto de um novo Piauí, que a gente vê no sentimento de mudança na capital e no interior. Minhas bases apoiam e querem que o meu nome seja colocado, é uma vontade que eu tenho e um querer do povo que represento para 2022", concluiu o deputado. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário