João Magalhães

Matopiba registra 61% do desmatamento no Cerrado, aponta pesquisa

Ainda de acordo com a análise, a área desmatada no bioma é a maior desde 2015

09/01/2022 16:13h

Compartilhar no

Uma análise de pesquisadores do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia que avaliou dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, concluiu que o Matopiba bateu recorde de concentração de desmatamento no Cerrado. De agosto de 2020 a julho de 2021, 61,3% da vegetação suprimida no bioma veio da região que compreende os estados da Bahia, do Maranhão, do Piauí e Tocantins – vista como nova fronteira agrícola do Brasil. O índice superou os 61,1% registrados em 2017.

(Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

Ainda de acordo com a análise, a área desmatada no bioma é a maior desde 2015. Foram 8.523,33 km², um aumento de 8% em relação aos 12 meses anteriores. 

Em relação aos estados, o Maranhão registrou devastou 2.281,72 km² de vegetação nativa; seguido por Tocantins com 1.710,55 km² e Bahia 925,11 km². Já o Piauí teve 583,73 km² derrubados.

Pelo estudo, ficou constatado que a grande parte da área desmatada no Cerrado ocorreu em propriedades rurais privadas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário