João Magalhães

Rafael Fonteles incorpora perfil tik toker e Ciro Nogueira agora é influencer digital

As redes sociais têm obrigado políticos a "produzirem conteúdo" com o objetivo único de viralizar, principalmente entre os jovens.

03/05/2022 10:27h - Atualizado em 03/05/2022 15:33h

Compartilhar no

A importância das redes sociais no processo eleitoral tem protagonizado as estratégias de comunicação dos principais políticos brasileiros. O movimento que levou dezenas de subcelebridades e outsiders a conquistarem mandatos políticos em 2018 e 2020 também tem obrigado políticos tradicionais a se dedicarem à “produção de conteúdo” com o objetivo único de viralizar, principalmente entre os jovens.

O lado sombrio desses novos tempos já foi facilmente identificado pelos especialistas, que nos casos mais graves apontam riscos à democracia com a proliferação de fake news e ações automatizadas para levar o público a discutir uma agenda que nem de longe contribui para a solução dos reais problemas da sociedade.

Já no lado do entretenimento, é possível observar que os principais líderes piauienses já empreendem esforços na tentativa de alcançar o público presente nas mais diversas plataformas sociais.

O pré-candidato a governador do Piauí pelo PT, Rafael Fonteles, já tem todo o conteúdo de suas redes sociais produzido como se fosse um tik toker profissional, são dancinhas pra lá e pra cá ao longo da agenda de pré-candidato. Sem contar os adereços que estão na moda nas redes sociais. 

Já o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, é outro que se destaca agora nas redes. Ele adotou o estilo influencer digital. Gosta de publicar festas nos stories, comenta sobre política, gestão, contrapõe notícias, mostra contradições dos adversários e tem opinião para tudo. 

Entre os candidatos a deputados, a variação de conteúdo também é grande. Lembramos aqui o deputado Paes Landim dançando forró (que viralizou nos grupos de whatsapp) e o pré-candidato a deputado federal Weslley Paz, do Solidariedade,  que tem utilizado o tik tok e o instagram para apresentar um conteúdo informativo, análises, polêmico, mas de forma didática.  

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário