João Magalhães

Contas: Silvio Mendes recebe R$ 1,4 milhão e Diego Melo R$ 300 mil do fundo eleitoral

O candidato do PT, Rafael Fonteles, ainda não recebeu repasses do diretório nacional do PT.

21/08/2022 20:45h - Atualizado em 22/08/2022 10:16h

Compartilhar no

A campanha para governo do Piauí já está nas ruas e até o momento, dos nove candidatos ao Palácio de Karnak, apenas dois receberam recursos do Fundo Especial de Financiamento das Campanhas Eleitorais.

Silvio Mendes, do União Brasil, recebeu R$ 1,4 milhão do diretório nacional do partido. Já o Coronel Diego Melo, recebeu R$ 300 mil do diretório nacional do PL. O candidato do PT, Rafael Fonteles, ainda não recebeu recursos da sigla e até o momento, arrecadou pouco mais de R$ 20 mil, tendo como principal doador, o assessor Chico Lucas, que doou R$ 10 mil.

Os demais candidatos ao governo do Piauí ainda não receberam recursos para arcarem com os custos da campanha. Pela resolução do TSE, cada candidato na corrida pelo Karnak pode gastar até R$ 7,1 milhões no primeiro turno da disputa.  

Os candidatos tem o prazo de até 13 de setembro para apresentarem as prestações de contas parciais, e até 20 dias depois do pleito para entregarem a prestação de contas final da campanha.

O candidato do PL, Coronel Diego Melo, tem afirmado que não vai utilizar recursos públicos em campanha. O dinheiro que já chegou nas contas, pode ficar parado e ser devolvido após as eleições. 


Coronel Diego Melo, do PL, e Sílvio Mendes, do União Brasil (Fotos: Jailson Soares)

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas