"˜Estamos vivendo um dos piores momentos"™, diz prefeito de Jaicós sobre falta de água

Prefeito denuncia a espera, que dura mais de 15 anos, pela construção de uma adutora que levaria água diretamente para Jaicós.

07/10/2021 17:36h - Atualizado em 07/10/2021 17:58h

Compartilhar no

A histórica falta de água no município de Jaícós, que fica a 370 km de Teresina e tem cerca de 20 mil habitantes, tem sido o grande desafio da gestão municipal. O prefeito Ogilvan da Silva (PSD) ressaltou que a cidade está passando pelo pior momento de estiagem no ano. No momento, o município está sendo abastecido através de caminhões pipas, pois o açude que deveria abastecer a cidade está em volume morto. 

Jaicós decretou estado de emergência para o abastecimento de água dos açudes de comunidades próximas. “Licitamos há poucos dias cinco poços de grande vazão que serão integrados a rede da Agespisa. Iniciamos a busca de parcerias e conseguimos cinco carros pipas para abastecer a cidades através da intervenção da Defesa Civil. Estamos vivendo o pior momento de estiagem”, disse o prefeito. 

Ogilvan denuncia a espera, que dura mais de 15 anos, pela construção de uma adutora que levaria água diretamente para Jaicós. 

“O problema só será resolvido com a construção de uma adutora. Uma obra muito casa e que passa de R$50 milhões e que ainda está em fase de projeto. Estamos já mais de 15 anos em espera por essa obra, escutando promessas do Governo e de parlamentares”, denuncia. 


Vaga para o Governo 

Para o prefeito Ogilvan o caminho mais certo para o PSD é o municipalismo na busca pela vaga no Governo do Estado. 

“Nada mais justo que o deputado Júlio César (PSD) compor essa chapa pelo serviço prestado aos municípios e que o partido vá em busca dessa parceria para um Piauí melhor. O nome mais indicado, que pode somar com todos os prefeitos e lideranças, é o nome do deputado Júlio César”, declarou o prefeito de Jaicós. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário