“Diziam pra eu ter medo de negro que estira cabelo e bicha enrustida”, diz B. Sá em Oeiras

Em entrevista a uma rádio oeirense, ex-prefeito se referiu ao ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, como alguém com “problema sexual mal resolvido”.

30/10/2021 15:32h - Atualizado em 30/10/2021 15:52h

Compartilhar no

Uma recente entrevista concedida pelo ex-prefeito de Oeiras, B. Sá, a uma rádio local tem gerado repercussão e polêmica. Na conversa com os radialistas, o ex-gestor comenta o cenário político nacional, faz críticas ao Supremo Tribunal Federal, faz menção à sexualidade de um dos ministros do STF e diz que foi orientado a ter medo de dois tipos de pessoas: negros que estiram o cabelo e bichas enrustidas.

A fala homofóbica e de teor racista foi proferida ao B. Sá comentar a CPI da Covid e chamar o trabalho dos senadores de “circo”. O Portalodia.com teve acesso ao trecho da entrevista e transcreveu a parte em que o ex-prefeito de Oeiras se refere a “negros e bichas”. 

Diz B Sá: “Coisas estranhas estão acontecendo lá [no STF], porque esses membros são tudo menos juízes, ministros do STF, para cumprirem verdadeiramente sua missão. Tem algo estranho, estão desvirtuando. Resultado: vem um outro ministro do STF, o Luiz Roberto Barroso, que é um sujeito difícil”.


Foto: Reprodução/Youtube

Neste momento, B. Sá é interrompido por um dos radialistas, que usa o termo “viado” para se referir ao ministro do STF. O ex-prefeito de Oeiras prossegue afirmando que Luiz Roberto Barroso sempre segue a ciência, mas que “tem um problema mal resolvido do ponto de vista sexual”.

B. Sá continua: “Um colega prefeito que já faleceu tem alguns anos me dizia ‘Dr. B. Sá, tenha medo de dois tipos de gente’. Eu dizia ‘Medo? Mas medo por que, fulano? Mas de que tipo de gente?’. ‘Negro que estira o cabelo e bicha enrustida. Porque, Dr. B. Sá, esses indivíduos, quando amanhecem o dia que eles se olham no espelho, eles não se aceitam. Eles dizem ‘te odeio’ a eles mesmos. Ele vê a imagem dele mesmo e diz ‘te odeio’. Um sujeito que odeia ele mesmo não gosta de ninguém. Então me diziam ‘tome cuidado: negro que estira o cabelo, que não aceita a negritude, a sua condição, e aquele que é bicha enrustida, que não se assume. Eu nunca me esqueci dessa parada”.

Depois de concluir a fala, o ex-prefeito B. Sá segue voltando a mencionar o ministro do STF Luiz Roberto Barroso afirmando que ele é “dessa última linha” e que “cismou de instalar uma CPI contra Bolsonaro. CPI que alguns chamaram depois de circo”. O ex-gestor é novamente interrompido por um dos radialistas que corrobora a fala dele e, então, B Sá conclui: “Mas circo não é isso, porque palhaço é uma profissão respeitada”.

Confira abaixo o trecho citado da entrevista do ex-prefeito de Oeiras, B. Sá. As imagens foram cedidas ao Portalodia.com pelo Portal Integração, veículo de mídia local do município oeirense. 


A reportagem está tentando contato com o ex-prefeito B. Sá para se pronunciar sobre a situação.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário