Acusado de matar homem durante festa em Altos é condenado a 30 anos de prisão

Fernando de Sousa invadiu a residência de Erismar Máximo da Silva na madrugada do dia 06 de agosto de 2016 e o matou a facadas.

15/03/2022 08:15h

Compartilhar no

A justiça condenou a 30 anos de prisão um homem acusado de matar a facadas um desafeto durante uma festa na cidade de Altos. O crime aconteceu em agosto de 2016 quando Fernando de Sousa invadiu a residência de Erismar Máximo da Silva e o assassinou com golpes na cabeça e várias facadas. 

A denúncia oferecida pelo Ministério Público apontou que o acusado estava em um bar acompanhado de um amigo quando decidiu ir até a casa da vítima. Esse amigo de Fernando, identificado como John dos Santos, também foi condenado como cúmplice no homicídio. 


Foto ilustrativa: Assis Fernandes/O Dia

“Os réus estavam em um bar quando decidiram ir na casa da vítima. Os denunciados desferiram vários golpes contra a cabeça da vítima usando um revólver e, após, foram desferidas sucessivas facadas contra o abdômen, região mamária, pulmão, braço e queixo da vítima, provocando sua morte (...). O assassinato foi motivado por ciúmes”, afirmaram os promotores Silas Sereno e Jessé Mineiro durante o julgamento.

John dos Santos teve sua pena extinta por ter falecido no decorrer do processo judicial. Já Fernando foi condenado a 28 anos de prisão por homicídio qualificado contra Erismar Máximo e também a dois anos e quatro meses 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do MPPI

Deixe seu comentário