Antônio Neto diz que oposição criou “carnaval” com decreto de urgência das estradas

O secretário disse que até o mês de julho os procedimentos estarão concluídos e as obras iniciadas

19/05/2022 15:13h - Atualizado em 19/05/2022 15:37h

Compartilhar no

O secretário de Governo, Antônio Neto, classificou nesta quinta-feira (19/05) como “carnaval” as críticas da oposição após a publicação do decreto editado pela governadora Regina Sousa que estabeleceu calamidade em 21 trechos de rodovias estaduais. Segundo ele, o governo recebeu as manifestações de forma democrática. 

“A governadora editou um decreto de emergência e criou uma polêmica muito grande. A oposição fez um carnaval, mas a oposição tem o direito de reclamar e nós somos um governo democrático. A governadora é extremamente aberta a qualquer crítica”, disse o secretário em entrevista ao programa O Dia News, da O Dia Tv.

Foto: Assis Fernandes / O Dia

Antônio Neto explicou que o decreto foi uma medida adotada para que o processo licitatório fosse realizado com urgência para solucionar os problemas causados pelas fortes chuvas nas estradas. Segundo o secretário, o procedimento foi debatido com a Procuradoria do Estado. 

“O inverno foi bastante intenso e isso afetou muitos trechos (das estradas). Detectamos no DER cerca de 21 trechos que precisam de uma restauração imediata. Se fôssemos fazer um procedimento normal para a contratação dessas empresas iriamos chegar ao fim do governo e não iriamos resolver. Como é uma questão emergencial, as pessoas estão correndo risco, a trafegabilidade dos veículos está comprometida essa foi a solução encontrada”, comentou. 

Antônio Neto pontuou que o a medida só foi possível devido o fluxo de caixa positivo do Governo do Estado e apresentou que até o mês de julho os procedimentos burocráticos estarão vencidos e as obras iniciadas nas estradas. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário