Aplicativo Pardal recebe 66 denúncias de propaganda eleitoral irregular no Piauí

Número de denúncias feitas no Piauí está muito abaixo do registrado em anos anteriores e também dos demais estados do Nordeste.

20/09/2022 11:33h

Compartilhar no

O aplicativo Pardal, da Justiça Eleitoral, recebeu 16.814 denúncias de propaganda eleitoral irregular, vindas de todo o Brasil. Desse total, 66 denúncias foram feitas aqui no Piauí. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (19). O maior número de denúncias foi registrado em Teresina (33), Parnaíba (13) e Alegrete do Piauí (5).

O número do total de denúncias registradas aqui no estado é bem abaixo do que o das eleições de 2020. Naquele ano, foram 867 denúncias feitas pelo app, envolvendo propaganda irregular, além de outras não tipificadas.


Leia também: Eleições 2022: veja o que o eleitor pode ou não fazer no dia da votação 


Em todo o país, o recorde foi registrado na última quinta-feira (15): foram 1.088 denúncias em um só dia. As denúncias deram origem a 4.705 (26,19%) processos em tramitação no sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe) da Justiça Eleitoral. A apuração compete ao Ministério Público Eleitoral.

(Foto: Divulgação/TRE)

As denúncias feitas pelo app envolvem, em sua maioria, a compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais e propagandas irregulares. Os eleitores de Pernambuco foram os que mais denunciaram: 2.244 registros até o momento. Na sequência, aparecem os estados de São Paulo (2.200), Minas Gerais (1.837), Rio Grande do Sul (1.555) e Rio de Janeiro (1.125).

Nova versão

O Pardal foi criado em 2014 pela Justiça Eleitoral para receber queixas da sociedade sobre irregularidades em campanhas. O aplicativo voltou a funcionar no dia 16 de agosto, em versão atualizada, para receber denúncias referentes às Eleições Gerais de 2022.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário