Após adolescente de 13 anos engravidar, mãe e padastro são presos acusados de estupro

Caso aconteceu no munícipio de Joaquim Pires, no Norte do Piauí. Ao PortalODia.com, o delegado Antônio Alves informou que há indícios de que o padastro, de 62 anos, tenha engravidado a enteada com consentimento da mãe

21/01/2022 10:07h - Atualizado em 21/01/2022 11:05h

Compartilhar no

A mãe e padastro de uma adolescente de 13 anos foram presos suspeitos de estupro de vulnerável no município de Joaquim Pires, no Norte do Piauí. Segundo a Polícia Civil, a garota engravidou, em 2020, após o abuso e a mãe não informou às autoridades sobre o crime.

Em entrevista ao PortalODia.com, o delegado Antônio Alves disse que há indícios de que o padastro, de 62 anos, seja o pai da bebê, que hoje está com sete meses de vida. A mãe, segundo a polícia, deveria ter acionado o Conselho Tutelar, já que qualquer ato libidinoso com menor de 14 anos é considerado crime.

“As investigações apontam que a mãe tinha conhecimento do crime. Ela chegou a dizer que a paternidade era de outro homem, que foi negada após exame de DNA”, esclareceu o delegado.

“Outro ponto da investigação é a omissão da mãe em acionar o Conselho Tutelar sabendo da gravidez da filha. Todo e qualquer ato libidinoso com menor de 14 anos deve ser comunicado para as autoridades competentes”, completou Antônio Alves.

O casal está preso desde o último dia 19 e permanecerá na delegacia até a conclusão da investigação. “Eles foram presos por mandado de prisão e vão seguir até a conclusão das investigações. Vale ressaltar também que esse rapaz, que a mãe informou que teve um relacionado com filha e que seria o pai da criança, também pode responder por estupro de vulnerável”.

A criança e adolescente foram encaminhadas para casa de familiares e o Conselho Tutelar está investigando o caso.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário