Após dois anos, Ópera da Serra da Capivara retorna com homenagem a Niéde Guidon

Evento acontece entre os dias 26 e 30 de julho no anfiteatro da Pedra Furada e na Praça Abrigo, em São Raimundo Nonato.

27/06/2022 10:50h

Compartilhar no

Após dois anos suspensa devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, o evento Ópera da Serra da Capivara retorna em 2022 para sua quarta edição. O evento será realizado entre os dias 26 e 30 de julho e terá como ato principal uma homenagem à arqueóloga franco-brasileira Niéde Guidon

Niéde foi uma das responsáveis pela criação do Parque Nacional da Serra da Capivara e é um dos nomes mais atuantes na conservação e na manutenção de relíquias pré-históricas em solo brasileiro. Seus estudos no interior do Piauí datam desde a década de 1970, contribuindo com iniciativas educacionais e sociais para impulsionar o desenvolvimento sustentável da população da região.

A Ópera da Serra da Capivara acontece no anfiteatro da Pedra Furada, no Parque Nacional da Serra da Capivara, e na Praça do Abrigo, em São Raimundo Nonato. Além do ato principal, o evento reunirá também nomes como Roberta Sá, Dona Onete, Cordel do Fogo Encantado, Cátia de França, Ostiga Júnior e o DJ Gil Preto. O espetáculo multissensorial reúne música, dança, teatro e iluminação artística, combinados com shows de artistas brasileiros e discotecagem moderna.


Foto: Divulgação/Governo do Estado

Os ingressos para a Ópera da Serra da Capivara podem ser comprados no site oficial do evento.

O Parque Nacional da Serra da Capivara

O Parque Nacional da Serra da Capivara foi criado em 1979, fica no sudeste do Piauí e ocupa parte dos municípios de São Raimundo Nonato, São João do Piauí, Canto do Buriti, Brejo do Piauí e Coronel José Dias. É considerado o território com maior número de sítios arqueológicos das Américas.

Reunindo mais de 1,3 mil registros pré-históricos da presença humana espalhados em 130 mil hectares, a importância histórica do Parque Nacional da Serra da Capivara foi reconhecida pela Unesco em 1991, quando o Parque se tornou Patrimônio Mundial Cultural e foi tombado como Patrimônio pelo IPHAN em 1993.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário