Assembleia aprova reajuste de 14% para professores do Piauí

Após intensa discussão, a matéria foi aprovada em 1ª e 2º votação e, por fim, a redação final.

30/03/2022 16:10h - Atualizado em 30/03/2022 16:19h

Compartilhar no

O reajuste de 14,17% para professores da rede estadual de ensino foi aprovado nesta quarta-feira (30/03) no plenário da Assembleia Legislativa do Piauí. O texto fixou o piso do magistério em R$ 3.845,66 para os profissionais com carga horária de 40h semanais e incorporou ao vencimento dos trabalhadores em Educação o aumento de 4,17% referente ao auxílio-alimentação.

A proposta do governo foi enviada ao Legislativo e tramitou em regime de urgência. A matéria foi debatida e aprovada na terça-feira (29/03) em reunião conjunta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e da Comissão de Administração Pública e Política Social e levada para votação em plenário nesta quarta-feira. Após intensa discussão, o reajuste foi aprovado em 1ª e 2º votação e, por fim, a redação final.

Foto: Assis Fernandes / O Dia

A aprovação aconteceu sob protesto dos parlamentares da oposição. O deputado Marden Menezes, líder o bloco oposicionista, encaminhou voto contrário a aprovação ao afirmar que o reajuste não é o requerido pelos servidores. 

Os deputados da base governista, contudo, defenderam que a proposta do Executivo garante o piso nacional do magistério a todos as classes e níveis, e explicaram que professor da classe A, nível I, saiu de um salário de R$ 2.910,32 para R$ 3.845,63, o que representa um reajuste de cerca de 32%.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário