Aulas presenciais na UFPI voltam a partir do dia 20 de junho

Universidade apresentou o protocolo de retorno presencial à comunidade acadêmica. Comprovante de vacinação atualizado será exigido para acessar os campi.

30/04/2022 11:39h - Atualizado em 30/04/2022 11:52h

Compartilhar no

Dois anos depois de paralisar suas atividades in loco devido aos decretos de emergência por conta da pandemia, a Universidade Federal do Piauí (UFPI) vai retomar em 100% suas atividades presenciais. O retorno das aulas presenciais nos campi que compõem a instituição está previsto para o dia 20 de junho, começo do próximo período letivo. A informação foi divulgada pela própria UFPI nesta sexta-feira (29), quando a universidade apresentou à comunidade acadêmica a minuta de resolução estabelecendo os protocolos de retorno nos colégio técnicos, graduação e pós-graduação.


Foto: Divulgação/UFPI

A proposta está aberta para apreciação da comunidade, que poderá dar sugestões até o dia 04 de maio para aprimorar o plano. As colaborações serão avaliadas pela Pró-Reitoria de Graduação (PREG) e após esta estapa, a minuta seguirá para o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPEX).


Leia também: Professores da UFPI podem entrar em greve na próxima semana 


Dentre os pontos que o protocolo de retorno às aulas presenciais na UFPI estabelece, destaca-se a oferta de disciplinas. Os professores deve articular esta a oferta em formato presencial e somente em casos excepcionais, as ofertas poderão ocorrer por meios tecnológicos no limite de até 20% da carga horária. 

“Estamos mantendo o diálogo com a comunidade para construímos juntos esse aguardado retorno às atividades presenciais. As condições para a retomada nunca estiveram tão favoráveis como agora. Seguiremos trabalhando para avançar com segurança”, declarou o Reitor Gildásio Guedes.


Gildásio Guedes é o reitor da UFPI - Foto: Divulgação

Vale lembrar que este protocolo de retorno presencial da UFPI leva em consideração o abrandamento da situação de pandemia e o avanço da vacinação nas cidades onde estão sediados os campi universitários. A pró-reitora de Graduação, Ana Beatriz Gomes, destacou que o plano será implantado com cautela e responsabilidade a partir da atualização do protocolo de biossegurança.

"Haverá a atualização do Protocolo de Biossegurança para estabelecer as novas orientações de conduta e organização de espaços nessa fase de arrefecimento da pandemia; e temos também essa resolução de retorno presencial das atividades acadêmicas. Vamos suprir ao máximo o déficit que aconteceu nesses dois anos de atividades remotas e híbridas. No dia 20 de junho, estaremos de braços abertos para receber nossos alunos da graduação", diz.

É importante ressaltar que a UFPI fará algumas exigências aos alunos, servidores e docentes para que o retorno presencial das atividades ocorra dentro das normas de segurança sanitária. Está mantida a exigência do comprovante atualizado de vacinação para a comunidade universitária (discentes, docentes, servidores, técnicos e colaboradores terceirizados). Os alunos devem apresentar o certificado de vacinação no Sistema Integrado de Gestão de Assuntos Acadêmicos (SIGAA) através do Portal do Discente. Professores, técnicos e terceirizados devem encaminhar seus comprovantes à chefia imediata via e-mail.

A UFPI ressaltou que está aberta às colaborações da comunidade universitária. Os alunos podem sugerir ajustes no protocolo por meio dos colegiados dos cursos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da UFPI

Deixe seu comentário