Barragem de Piracuruca terá plano de segurança para caso de emergência

O plano envolve o treinamento de comunidades ribeirinhas para casos de desastres.

13/05/2022 15:10h

Compartilhar no

O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) iniciou a elaboração de um plano de segurança para ser operado em situação de emergência na Barragem de Piracuruca, no Norte do Piauí. O reservatório foi um dos nove que atingiu a volume máximo durante esse período chuvoso. O diretor-geral do Idepi, Leonardo Sobral, explicou que o plano envolve o treinamento de comunidades ribeirinhas para casos de desastres. 

“De posse dessas informações, o plano funciona como orientador dos agentes públicos quanto à operação e segurança da barragem, principalmente em situações de emergência. Inclusive, uma das fases importantes desse plano é o treinamento de órgãos locais e comunidades ribeirinhas quanto à convivência com o rio e com a barragem”, disse.

Foto: Divulgação

O IDEPI prevê também uma recuperação da estrutura da Barragem de Piracuruca. O órgão informou que contratou uma empresa para uma análise detalhada de todos os elementos e estruturas da barragem, inclusive dos equipamentos hidromecânicos, com diversos tipos de levantamento, de modo a apresentar soluções e intervenções de recuperação. 

Outras duas barragens recebem atualmente intervenções do órgão. São elas: Barragem Salinas (São Francisco do Piauí-PI), que já está em execução a elaboração do Projeto de Recuperação; Barragem Algodões II (Curimatá-PI), onde será realizada a execução da recuperação das suas estruturas.

Leonardo Sobral comentou que o IDEPI é responsável pela manutenção de 14 barragens do Piauí e realiza inspeções para garantir a segurança dos reservatórios. Neste ano, nove barragens atingiram a cota máxima, mas não representaram perigo para as comunidades. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do IDEPI

Deixe seu comentário