Com 55% dos votos, Chaguinha da Saúde é eleita prefeita em Murici dos Portelas

A dupla vencedora recebeu 2.422 votos (55,35%), contra 1.954 (44,65%) recebidos pela concorrente.

14/03/2022 08:09h

Compartilhar no

Os eleitores/eleitoras de Murici dos Portelas, localizada a 265 Km ao Norte de Teresina, voltaram às urnas neste domingo (13), em uma nova eleição municipal (suplementar) e elegeram a chapa Chaguinha da Saúde/Isabel Cristina para ocuparem os cargos de Prefeita e Vice – Prefeita, respectivamente, para um mandato até 31 de dezembro de 2024.

A dupla vencedora recebeu 2.422 votos (55,35%), contra 1.954 (44,65%) recebidos pela concorrente.

O total de votos depositados nas urnas foi de 4.541; sendo registrados 50 votos brancos ou 1,10% e nulos 115 ou 2,53%, respectivamente. As abstenções somaram 987eleitores/eleitoras ou 17,85% do total do eleitorado municipal apto a votar, 5.528 cidadãos/cidadãs.

FOTO: Ascom/Divulgação

Dados Estatísticos:

1ª. Chaguinha da Saúde/Isabel Cristina- (2.422 votos - 55,35%)

2ª. Aurideia Santos/Eneas Albuquerque- (1.954 votos – 44,65%)

Nulos – 115 votos (2,53%)

Brancos – 50 votos (1,10%)

Abstenções – 987 (17,85% do eleitorado apto)

A votação aconteceu das 7 h às 17 h e transcorreu de modo 100% eletrônico, sem registros de problemas técnicos com as urnas eletrônicas de votação, e nem registros de ocorrências policiais relativos à Justiça Eleitoral.

A apuração de todas as 22 seções eleitorais, distribuídas nos 14 locais de votação, sendo dois no Centro de Murici dos Portelas e outros 12 na Zona Rural, foi encerrada às 18h25min.

Após o encerramento dos trabalhos, o Juiz Eleitoral, em pronunciamento oficial, afirmou que tudo transcorreu dentro do que foi programado, sem intercorrências e parabenizou a todos pelo trabalho desenvolvido. “Deixo meu agradecimento a todos os colaboradores da Justiça Eleitoral, incluindo mesários, terceirizados, servidores locais e da Sede que se deslocaram para cá, e agradeço, em especial ao Presidente do TRE-PI, Desembargador José James Gomes Pereira, por toda colaboração, dedicação e zêlo em nos apoiar aqui na realização dessa missão”.

A Promotora Eleitoral, Francineide de Sousa Silva, também destacou que “tudo transcorreu dentro do que era esperado, dentro dessa congregação de esforços. A palavra do Ministério Público Eleitoral é de gratidão pela colaboração de todos, inclusive das candidatas”.

Prestação de Contas, Diplomação e Posse

Todas as candidatas, eleitas e não eleitas, deverão encaminhar sua prestação de contas de campanha ao Juízo da 33ª Zona Eleitoral até a próxima sexta-feira (18), por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais – SPCE.

O julgamento das contas da chapa vitoriosa pelo magistrado José Carlos da Fonseca Lima Amorim, deverá ser publicado pelo Cartório Eleitoral no Mural Eletrônico até o dia 31 de março. A Decisão referente a outra chapa, não eleita, deverá ser tornada pública até o dia 29 de abril.

Após o Juízo Eleitoral ter julgado as contas como: “Aprovadas”; ou: “Aprovadas com ressalva”, será procedida a diplomação, cuja data será definida pela Zona Eleitoral, observando-se o prazo máximo de 4 de abril. Em caso de desaprovação das contas, as eleitas não poderão tomar posse e a Justiça Eleitoral deliberará sobre os procedimentos diante da situação.

Efetuada a diplomação, a Câmara Municipal de Murici dos Portelas deverá então empossar as novas lideranças do Executivo Municipal para entrada em exercício imediato nas suas funções.

A definição quanto a data da posse é ato administrativo de competência da Câmara Municipal. Até lá, o atual presidente do órgão legislativo municipal, Raimundo Mutuca, fica no exercício da função de Prefeito até a data da posse dos novos titulares, conforme determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sessão plenária de 04.11.2021, quando deliberou sobre as Eleições em Murici dos Portelas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações TRE-PI

Deixe seu comentário