Expoapi: cavalos se assustam com fogos, fogem e são atropelados na BR-343

O evento desobedeceu a lei sancionada pelo Governo do Estado, que proíbe o manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampidos e de artifícios que possuem efeito sonoro ruidoso no Piauí.

09/12/2021 09:23h - Atualizado em 09/12/2021 12:48h

Compartilhar no

Cavalos foram atropelados e ficaram gravemente feridos após um acidente envolvendo o uso ilegal de fogos de artifício com efeito sonoro na 70ª edição da Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi), na noite desta quarta-feira (08). Imagens gravadas no momento do incidente mostram um dos animais com ferimentos profundos no peito após ser atropelado por um veículo na BR-343, em frente ao Parque de Exposições Dirceu Arcoverde.


Leia também: Café da manhã nos 70 anos da EXPOAPI celebra evento e seu pré-lançamento 


Os animais estavam na redoma, na área interna do parque, quando um dos artistas que se apresentava no evento fez o uso indevido dos fogos de artifício. Assustados, os cavalos fugiram na direção da BR-343 e foram atropelados por veículos que passavam pela rodovia. 

Foto: Reprodução

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista de um dos veículos sofreu ferimentos leves no acidente. Outras três pessoas que estavam no carro, entre elas dois idosos, saíram ilesas. Outros dois veículos também sofreram danos materiais devido a presença dos animais na pista.

"Os policiais estiveram no local do acidente e verificaram que o veículo estava deslocando na faixa de trânsito da esquerda da rodovia federal, no sentido Teresina a Altos, e ao passar em frente ao Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, onde está sendo realizado o evento EXPOAPI, o veículo colidiu com um Cavalo que atravessava a pista naquele momento. O animal atropelado não permaneceu imobilizado no local da colisão, mas seguiu em disparada, com outros 5 cavalos, no sentido da cidade de Teresina", informou a PRF em nota.

Foto: Reprodução

A Expoapi é o primeiro evento teste do Piauí para regulamentar a realização de grandes eventos após o início da pandemia da covid-19. Segundo a organização, a feira acontece com público de até cinco mil pessoas por dia.

Em nota, a Secretaria Estadual do Agronegócio informou que o evento tem apoio do Governo do Estado e acontece com estrita observância à lei estadual, sancionada pelo governador Wellington Dias no último dia 1º de dezembro, que proíbe o manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampidos e de artifícios que possuem efeito sonoro ruidoso  no Piauí.

"A queima de fogos não foi realizada pela organização do evento, que sempre cumpriu com o seu papel de forma íntegra e contumaz, tomando todos os cuidados e medidas necessárias para que a segurança seja priorizada em total observância a lei. Ainda que o infortúnio não tenha sido causado pelos organizadores, todas as providências foram imediatamente adotadas para dar assistência as pessoas e animais envolvidos nessa fatalidade", afirmou a Secretaria. (Confira abaixo a nota na íntegra).

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves também se manifestou sobre o ocorrido e argumentou que não houve qualquer tipo liberação de recursos para a contratação de bandas para se apresentarem na EXPOAPI 2021. "Esclarecemos ainda que recebemos Emendas Parlamentares Impositivas a serem alocadas no Circuito Avapi, circuito que ocorre paralelo às atividades culturais da EXPOAPI e que apenas tem como atrativo a realização de cavalgadas e vaquejadas", comunicou.

A participação da PMT junto ao evento foi na parte de logística, obras de recuperação do parque e serviços de saúde.

Quanto ao animal gravado com ferimentos, o mesmo recebeu assistência médica ainda na noite de ontem. O peito do cavalo foi suturado por médicos veterinários pouco após o atropelamento.

Confira a nota da Secretaria Estadual de Agronegócio:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A SECRETARIA ESTADUAL DO AGRONEGOCIO E EMPREENDEDORISMO RURAL, APCZ - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE CRIADORES DE ZEBU e a ASSOCIAÇÃO DE VAQUEJADA DO PIAUIcomo gestores e fiscalizadores da70ª EXPOAPI, vêm a público esclarecer o ocorrido na noite do dia oito de dezembro, onde a produçãode um dos artistas que se apresentava durante o evento ao se utilizar de efeitos especiais e pirotécnicos, assustou alguns cavalos que estavam na área interna do parque que acabaram fugindodas redomas e ocasionaram um acidente com carros que trafegavam na BR 343.

É de suma importância esclarecer que a EXPOAPI se trata de um evento que tem o apoio do Governo do Estado do Piauí e incorre em estrita observância e obediência a Lei de nº 7.643 de 26 de novembro, que proíbe o manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampidos e de artifícios que possuem efeito sonoro ruidoso no Piauí.

Por tal motivo, é de se salientar que a queima de fogos não foi realizada pela organização do evento, que sempre cumpriu com o seu papel de forma íntegra e contumaz, tomando todos os cuidados e medidas necessárias para que a segurança seja priorizada em total observância a lei.

Ainda que o infortúnio não tenha sido causado pelos organizadores, todas as providências foram imediatamente adotadas para dar assistência as pessoas e animais envolvidos nessa fatalidade.

Reiteramos nosso compromisso com a máxima transparência e responsabilidade em realizar esse evento que valoriza o agronegócio e movimenta nossa economia e tem sido marca dessa gestão desde o seu início, bem como nos colocamos a disposição para prestar quaisquer esclarecimentos acerca desse assunto.

ATENCIOSAMENTE,

SECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

APCZ - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE CRIADORES DE ZEBU

ASSOCIAÇÃO DE VAQUEJADA DO PIAUI

Confira a nota da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves:

Nota pública sobre a EXPOAPI 2021

A Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, vem por meio desta, comunicar que não houve qualquer tipo liberação de recursos para a contratação de bandas para se apresentarem na EXPOAPI 2021.

Esclarecemos ainda que recebemos Emendas Parlamentares Impositivas a serem alocadas no Circuito Avapi, circuito que ocorre paralelo às atividades culturais da EXPOAPI e que apenas tem como atrativo a realização de cavalgadas e vaquejadas. 

A participação da PMT junto ao evento foi na parte de logística, obras de recuperação do parque e serviços de saúde.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário