Feriadão prolongado deve ser de chuva em grande parte do Piauí

Segundo a meteorologia, a previsão é de tempo nublado, com pancadas de chuvas isoladas e, em algumas regiões, trovoadas.

13/11/2021 15:08h

Compartilhar no

O feriadão prolongado do Dia da Proclamação da República, celebrado na próxima segunda-feira (15), deverá ser de chuva em grande parte do Piauí. Segundo a meteorologia, a previsão é de tempo nublado, com pancadas de chuvas isoladas e, em algumas regiões, trovoadas.

(Foto: Isabela Lopes/ODIA)

Neste sábado (13), Teresina amanheceu parcialmente nublada, com registro de chuva à tarde, em áreas isoladas, e previsão de chuva à noite com presença de ventos fracos. E assim deve permanecer pelos próximos dois dias. Se a temperatura neste sábado chegou aos 35ºC, no domingo e na segunda deve ter uma pequena queda, alcançando os 33ºC e 32ºC, respectivamente, dando um refresco aos teresinenses.

Centro-Norte e Litoral/Parnaíba

O clima deve permanecer ameno também em outras regiões do Estado. Neste sábado, a região Centro-Norte terá um céu claro, parcialmente nublado e com pancadas de chuva e trovoadas mais ao final do dia. Assim como no litoral/Parnaíba, que passará o sábado com céu nublado e possibilidade de chuva fraca à tarde e à noite, com ventos fracos e moderados.

No domingo (14), o céu no litoral deve ficar encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas, bem como na segunda-feira (15), onde deverá ter muitas nuvens com possibilidade de chuva isolada. A temperatura máxima poderá variar entre 35ºC e 33ºC. 

(Foto: Reprodução/Inmet)


Sudeste e Sudoeste

Na região Sudeste, o tempo deve permanecer ensolarado a parcialmente nublado, com chuva isolada e ventos que podem variar de fracos a moderados, tanto no sábado como no domingo. O mesmo deve ocorrer na região Sudoeste, onde há possibilidade de céu nublado, com chuva e trovoadas isoladas durante todo o final de semana.

No município de Picos, região Sul do Estado, a chuva de granizo que caiu na cidade na noite desta sexta-feira (12) causou prejuízos aos moradores, como casas sendo destelhadas e queda de árvores. A estrutura de um posto de combustível chegou a desabar, devido à força dos ventos. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário