Feriado do Dia do Piauí de 2022 não será mais antecipado para amanhã

Alepi não apreciará projeto de lei, porque está em luto oficial de 3 dias pela morte do e-xprefeito Firmino Filho. No entanto, medidas restritivas previstas em decreto seguem vigentes.

08/04/2021 09:38h - Atualizado em 08/04/2021 09:50h

Compartilhar no

O feriado do Dia do Piauí de 2022, que o Governo do Estado queria trazer para esta sexta-feira (09), não será mais antecipado. O projeto de lei encaminhado pelo governador Wellington Dias (PT) à Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), pedindo a antecipação do feriado, não será mais apreciado em razão do luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito Firmino Filho. A Alepi se encontra com suas atividades suspensas em respeito à memória do ex-prefeito.

O governo havia informado que a ideia de antecipar o feriado do Dia do Piauí de 2022 para esta sexta (09) era para manter e reforçar os índices de isolamento social criando uma espécie de feriado prolongado emendado com o final de semana. A mesma medida havia sido tomada com o feriado do Dia do Piauí deste ano, que foi comemorado no último dia 18 de março.

Vale lembrar, no entanto, que mesmo sem a antecipação do feriado do Dia do Piauí de 2022 para amanhã, as medidas restritivas vigentes em decreto estadual seguem valendo. A parte de hoje (08), só podem funcionar no Piauí os chamados serviços essenciais, que incluem mercearias, mercadinhos, supermercados, hipermercados, padarias e outros produtos alimentícios.


Feriado do Dia do Piauí de 2022 não será mais antecipado - Foto: Divulgação/Governo do Estado do Piauí

Farmácias, drogarias e estabelecimentos de venda de produtos sanitários e de limpeza também estão autorizados a abrir, assim como oficinas mecânicas e borracharias. Lojas de conveniência e lojas de produtos alimentícios localizadas nas margens de rodovias devem funcionar exclusivamente para atendimento de pessoas em trânsito.

Também podem abrir: postos de combustíveis e distribuidoras de gás, hotéis com atendimento exclusivo dos hóspedes, distribuidoras e transportadoras, serviços de vigilância e segurança pública, serviços de alimentação em sistema exclusivo de drive-thru e delivery, telecomunicações, call center e imprensa; serviços de saúde, serviços de saneamento básico, transporte de passageiros, energia elétrica e serviços funerários; bancos, lotéricas e templos religiosos.

É importante lembrar também que até para os serviços essenciais há restrições. Mercados, supermercados e hipermercados só podem funcionar até as 20 horas. Já no que respeito ao funcionamento dos templos religiosos, eles só podem abrir com 25% de sua capacidade e a celebração não deve passar de duas horas de duração.

O Piauí se encontra ainda sob toque de recolher das 21h às 5h até o começo da segunda-feira (12). Fica proibida a circulação de pessoas nas vias públicas durante este horário, excetuando-se os casos emergenciais como deslocamento médico ou para assistência veterinária, deslocamento de profissionais de setores essenciais e entrega de produtos alimentícios e farmacêuticos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário