Governo do Piauí prepara projeto para ajuste do déficit previdenciário do estado

O projeto de lei deverá ser encaminhado pelo governo ainda neste primeiro semestre para a Assembleia Legislativa

18/05/2022 16:15h

Compartilhar no

O governo do Piauí prepara um projeto de lei que busca ajustar o déficit financeiro e atuarial da previdência dos servidores estaduais. A matéria está em fase de conclusão e deve ser encaminhada para apreciação dos deputados na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) ainda neste primeiro semestre. 

Na última terça-feira (17/05), a governadora Regina Sousa (PT) debateu no Palácio de Karnak pontos do projeto com o economista Raul Velloso, o presidente da Piauí Previdência, Ricardo Pontes, e representantes da Secretaria do Planejamento e da Fundação Instituto de Administração.

Foto: Ccom

“Nós estamos sempre em busca do equilíbrio fiscal do Estado e um dos principais problemas desse equilíbrio é o déficit previdenciário. Então, nós estamos discutindo com a governadora e dando sequência da discussão de um projeto de lei de equacionamento do déficit previdenciário”, explicou o presidente do Instituto Piauí Previdência, Ricardo Pontes, sem apresentar pontos específicos do projeto. 

O economista Raul Velloso pontuou que a medida vai possibilitar que recursos que atualmente estão sendo direcionados para cobrir o déficit possam ser utilizados para investimentos em áreas como saúde e educação. O especialista destacou que a maioria dos estados enfrenta esse mesmo desafio. 

“Queremos, por meio desse projeto abrir espaço no orçamento público para o Estado poder investir em outras áreas. Hoje, o dinheiro que deveria ir para investimentos em saúde, infraestrutura, estradas, entre outros, está indo para financiar os déficits previdenciários. Nós precisamos encontrar uma solução para esses déficits para que o espaço fique aberto para investir em outras áreas e fazer o Brasil crescer”, disse Velloso. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário