Homem morre afogado no Rio Poti ao recusar usar colete salva vidas

Vítima era Valdeir Félix de Oliveira e ainda teria tentado nadar para a margem oposta do rio, mas submergiu e não voltou à superfície.

31/12/2017 15:47h

Compartilhar no

Um homem, identificado como Valdeir Félix de Oliveira, morreu afogado nas águas do Rio Poti neste sábado (30), no município de Castelo do Piauí, a 189 quilômetros de Teresina. Segundo o relato de testemunhas, Valdeir teria entrado no rio para pescar, após ingerir bebida alcoólica, e teria se recusado a usar colete salva-vidas, apesar da insistência dos presentes.

O presidente da Associação de Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo do Piauí, Augusto Vasconcelos Júnior, informou que Valdeir teria recusado inclusive a boia que jogaram para ele quando este já se encontrava dentro do rio. “Ele ficou sem qualquer equipamento de segurança, tentando nadar para a margem oposta e em determinado momento submergiu e não voltou mais à superfície”, relata.

O presidente da Condatur acrescenta ainda que Valdeir estaria no local, sem o acompanhamento de nenhum serviço de turismo náutico ou condução disponibilizada pela Secretaria Municipal de Turismo de Castelo. O corpo da vítima está desaparecido desde o meio dia de ontem e até este domingo (31) ainda não havia sido localizado.

a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Lazer de Castelo do Piauí (SECUTE), emitiu nota lamentado o acontecido e esclarecendo as circunstâncias da morte de Valdeir.

Confira a anota na íntegra

A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer – SECUTE vem a público prestar esclarecimentos sobre a fatalidade ocorrida na tarde de hoje, 30/12/2017, com o castelense identificado como Valdeir filho do Sr. Valdemar, pescador residente na localidade Riacho.

Segundo informações de testemunhas oculares, o munícipe estava consumindo bebida alcoólica no local conhecido por Rancho e entrou na água para pescar, apesar das insistências para que ele ficasse na margem. Pessoas presentes no local insistiram para que ele usasse o colete salva vidas, mas ele recusou. Em seguida jogaram-lhe uma boia, mas logo foi descartada, ficando sem nenhum equipamento de segurança, nadando para a margem oposta. Em determinado momento, a vítima submergiu e não retornou à tona.

De acordo com Augusto Júnior, presidente da Associação de Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo do Piauí (CONDATUR), o Sr. Valdeir estava avulso, não tendo contratado nenhum serviço de passeio náutico ou de condução disponíveis no local.

A SECUTE e toda equipe que compõe a gestão da Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí se solidarizam com os familiares neste momento.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário