Idoso de 82 anos "œcasa" com enfermeira após alta hospitalar em Teresina

Antônio Félix Nunes, de 82 anos, participou de uma quadrilha junina improvisada e "casou" com a enfermeira Lilian Raquel no dia em que recebeu alta

10/07/2020 15:26h - Atualizado em 10/07/2020 15:31h

Compartilhar no

O aposentado Antônio Félix Nunes, de 82 anos, celebrou a vitória contra o novo coronavírus de forma especial. Após passar dez dias internado no Hospital de Campanha Estadual (HCE), ele “casou” com a enfermeira chefe Lilian Raquel em uma quadrilha junina improvisada pela equipe da unidade. A alta festiva aconteceu na quarta-feira (08).


Seu Antônio perdeu a esposa no mês passado, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Eles eram casados há mais de 50 anos e tiveram quatro filhos juntos. Além do luto, o aposentado teve que enfrentar uma das maiores batalhas de sua vida: a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Seu Antônio e a enfermeira chefe Lilian Raquel. Foto: HCE Ascom.

Foi durante o período em que esteve internado que seu Antônio conheceu a enfermeira Lilian Raquel e logo ficaram amigos. Ele até chegou a dar um apelido para ela de “alegria”. A união da enfermeira e do paciente foi “oficializada” em um casamento junino, com direito a véu e a alianças improvisadas.

Alianças improvisadas. Foto: HCE Ascom. 

“Ele gosta muito de mim, quando eu chegava no hospital ele falava: ‘a alegria chegou’. Então, virei a noiva da alegria. Todo paciente que sai a gente canta uma música que ele gosta e depois fazemos a nossa quadrilha. Até terminar o mês de julho vai ter a Quadrilha do Verdão em todas as altas. Eles ficam animados e alegres. Para gente é uma satisfação ver os pacientes felizes e vai ser assim até o fim do Hospital de Campanha estadual”, disse a enfermeira chefe.

 “Foi muito bom e estou bem, graças a Deus. Formaram um grupo e fizeram uma festa boa para mim. Eu fiquei muito feliz e muito emocionado. Fizeram a brincadeira para me alegrar”, disse Antônio Félix, na saída do hospital.

Agora, seu Antônio está na casa da filha em Uruçuí e seguirá em isolamento social por 14 dias para concluir o tratamento.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário