MP e Federação de Futebol do Piauí lançam manual do torcedor contra a violência

Cartilha trata sobre os direitos e deveres dos torcedores para reforçar a manutenção da paz nos estádios e a importância dos protocolos da covid-19.

30/09/2021 08:30h

Compartilhar no

OMinistério Público do Piauí em conjunto com a Federação Piauiense de Futebol (FFP) lançou nesta quinta-feira (20) o Manual do Torcedor Campeão, uma cartilha com informações sobre os direitos e deveres dos torcedores para reforçar a importância da participação de todos na construção da paz e na prevenção dos atos de violência no esporte.


Leia também: Violência de torcedores do River será investigada pelo Ministério Público 



Foto: Divulgação/Ministério Público do Piauí

Um dos pontos que a cartilha toca também é a prevenção contra a covid-19 nas arenas esportivas e necessidade do torcedor seguir todas as normas e protocolos vigentes durante este período de pandemia. 

O lançamento da cartilha ocorreu com a presença do procurador-geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura, e da promotora de justiça Graça Monte, titular da 32ª Promotoria do Piauí, que elaborou o manual. Também participou da solenidade o vice-presidente da Federação de Futebol do Piauí, coronel Jaime Oliveira.


Foto: Divulgação/Ministério Público do Piauí

“O futebol é um esporte que tem o objetivo de congregar as pessoas e não o de causar discordâncias. Assim, o MP quer contribuir para o desenvolvimento de um ambiente saudável nas arenas esportivas do nosso estado”, disse o procurador-geral Cleandro Moura.

Já a promotora Graça Monte explicou como surgiu a ideia do Manual do Torcedor. “Essa ideia nasceu a partir da percepção do número crescente de casos de violência nos estádios. O nosso objetivo não é só atuar de forma reativa. A cartilha visa a ser um instrumento de prevenção às práticas de violências. As pessoas precisam compreender a necessidade de haver um respeito mútuo”, avaliou.

Para o coronel Jaime Oliveira, vice-presidente da FFP, a cartilha vai ajudar os torcedores a se conscientizarem de que os estádios de futebol não são local para atos de agressão. “O Ministério Público é um grande parceiro da Federação de Futebol. Temos a expectativa de que os torcedores entendam que os estádios são lugar de lazer e alegria”, destacou.

Inicialmente, foram impressos mil exemplares do Manual do Torcedor. As cartilhas serão distribuídas em estádios, clubes de futebol e escolas de rede pública de ensino da capital.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Ministério Público do Piauí
Edição: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário