Mulher consegue medida protetiva em 36 minutos no Piauí

A vítima foi representada pelo Serviço de Proteção aos Vulneráveis, da Prefeitura de Parnaíba

05/07/2022 15:09h - Atualizado em 05/07/2022 15:25h

Compartilhar no

Uma mulher vítima de violência doméstica e familiar na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí, conseguiu uma medida protetiva do Poder Judiciário na tarde desta terça-feira (05/07) em apenas 36 min. O fato foi registrado na 1ª Vara Criminal de Parnaíba.

O processo da vítima, que foi representada pelo Serviço de Proteção aos Vulneráveis, da Prefeitura de Parnaíba, foi distribuído eletronicamente para a juíza Ivani de Vasconcelos às 12:46 desta terça. Depois de pouco mais de 30 min, às 13:22, a medida que tem como objetivo proteger a vítima foi expedido.

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Piauí explicou que a agilidade do despacho da juíza foi possível através de uma ação do projeto Tic Tac, que busca apresentar respostas rápidas a casos de violência contra a mulher.

“O projeto Tic Tac consiste na concessão de medidas protetivas a vítimas de violência doméstica e familiar no menor tempo possível, com o objetivo de proteger cada vez mais mulheres”, explicou o juiz Georges Cobiniano, gerente do projeto na comarca de Parnaíba. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do TJPI

Deixe seu comentário