No Piauí, 64 cidades entram em alerta para aumento de casos da Covid-19

O alerta foi emitido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que identificou o aumento de casos

24/11/2021 13:45h

Compartilhar no

O aumento casos positivos da Covid-19 e o eminente avanço da transmissibilidade da doença já coloca 64 municípios do Piauí em situação de alerta. As cidades estão localizadas na região de São Raimundo Nonato, Floriano, Valença – no Sul do Estado -, e Campo Maior – no Norte do Estado.

O alerta foi emitido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que identificou o aumento de casos mesmo com a vacinação contra o novo coronavírus. A preocupação das autoridades de saúde é que a partir desses locais outros municípios que integram a mesma região possam apresentar maior incidência.

Foto: Divulgação / Ccom

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) afirmou que enviará a esses municípios uma equipe técnica para cooperar com as secretarias municipais no desenvolvimento de ações estratégicas para barrar o avanço da doença e ampliar a faixa da população imunizada. 

Um ônibus levará profissionais da Atenção Básica, Coordenação de Imunização, Vigilância Sanitária, Rede Hospitalar e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) para as regiões em alerta. O trabalho teve início nesta quarta-feira (24) na região da Serra da Capivara. 

“Nosso intuito é conhecer de perto quais as dificuldades destes gestores no controle da doença e qual a parcela da população que está adoecendo mais pela Covid-19. A partir daí, vamos traçar as estratégias de ajuda”, afirma o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães.

Segunda dose

O secretário de Saúde Florentino Neto ressaltou que o retorno da população para a segunda dose e para as doses de reforço é fundamental para evitar que a doença volte saia do controle no Piauí. “Pelo menos 214 mil piauienses ainda não voltaram para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19, o que prejudica a imunização completa da população. Precisamos que todos estejam protegidos para que possamos sair dessa pandemia. Se chegou a sua vez de se vacinar, não deixe de ir”, disse o Florentino.


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário