Obra de rebaixamento da Avenida João XXIII tem ordem de serviço assinada

O projeto prevê a construção de uma trincheira de 780 metros de comprimento, com até 9 metros de profundidade, passando por baixo da Avenida Zequinha Freire.

24/05/2022 15:14h - Atualizado em 24/05/2022 15:22h

Compartilhar no

A ordem de serviço para o início da obra de rebaixamento da Avenida João XXIII, na altura da Ladeira do Uruguai, na zona Leste de Teresina, foi assinada nesta terça-feira (24/05), em Brasília. O projeto que está orçado em R$ 42 milhões deve acabar com os engarrafamentos e garantir a fluidez do tráfego no entroncamento das avenidas João XXIII com Zequinha Freire

O senador Elmano Férrer (Progressistas) explicou que a obra integra o Contorno Rodoviário de Teresina, que inclui os viadutos Rodoferroviários, do Mercado do Peixe e do Dirceu, a duplicação de um trecho da BR-343 entre a Ladeira do Uruguai e a ponte sobre o rio Poti, no Conjunto Tancredo Neves.

Foto: Divulgação

Dos R$ 42 milhões para o rebaixamento da João XXIII, Elmano Férrer garantiu que R$ 19,6 milhões do orçamento federal deste ano fosse direcionado para o projeto. O parlamentar pontuou que tem diálogo com o presidente da República para assegurar o restante do valor e conta com o apoio do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. 

“Estamos trabalhando para garantir todos os recursos necessários para a conclusão do projeto. Neste sentido, conto com o apoio do Presidente Jair Bolsonaro e do ministro Ciro Nogueira. E também devo um agradecimento ao ex-ministro Tarcísio de Freitas, que se empenhou pela concretização desta obra”, disse Elmano.

Foto: Divulgação

O projeto

O projeto prevê a construção de uma trincheira de 780 metros de comprimento, com até 9 metros de profundidade, passando por baixo da Avenida Zequinha Freire. O prazo para conclusão é de dois anos.

Segundo o superintendente regional do DNIT no Piauí, Ribamar Bastos, um total de 30 mil veículos circulam pela Ladeira do Uruguai diariamente. “Em 2018, 22 mil carros passavam diariamente pelo balão da Ladeira do Uruguai. Agora, são mais de 30 mil veículos/dia. O aumento acelerado na circulação de veículos gerou graves problemas, que precisamos resolver”, disse. O crescimento imobiliário na região é apontado como uma das causas do aumento do tráfego. 

Obra do Mercado do Peixe

Na solenidade de assinatura da ordem de serviço que reuniu o ministro Ciro Nogueira, o senador Elmano Férrer e o diretor-geral do Dnit, general Santos Filho, o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, afirmou que a obra do Mercado do Peixe será retomada e anunciou a entrega da duplicação da BR 316 para o dia 6 de junho.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário