Órfãos da Covid: famílias devem procurar CRAS para receber auxílio

Segundo a Secretaria Estadual da Assistência Social (Sasc), 8 crianças receberam o auxílio desde dezembro

07/01/2022 15:13h

Compartilhar no

Famílias com crianças e adolescentes que perderam os pais durante a pandemia do novo coronavírus já podem ter acesso ao auxílio de R$500 no Piauí. Para isso é necessário que estejam cadastradas no Centro de Referência da Assistência Social (Cras). 

O Projeto de Lei  ‘Nordeste  Acolhe’ foi sancionado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT) em 23 de outubro do ano passado. O pagamento começou a ser realizado em dezembro e, desde então, oito famílias foram beneficiadas. 


Leia também: Covid-19: mais de 300 mil crianças de 05 a 11 anos devem ser ser vacinadas no Piauí 

De acordo Rosângela Sousa, diretora da Secretaria Estadual da Assistência Social (Sasc), o programa precisa ser mais divulgado para que mais crianças possam ser ajudadas. “Nós recebemos os cadastros através do Cras e, a partir daí, realizamos o pagamento. Pagamos para quem faz a solicitação. Agora, estamos planejando intensificar esse processo de divulgação. Para que pessoas que precisam de ajuda se cadastrarem”, afirma. 

Segundo a lei, receberão o auxílio as crianças e adolescentes com domicílio fixado há pelo menos um ano antes da orfandade completa. Além disso, a família de origem deve possuir renda não superior a três salários mínimos. 

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Como realizar o Cadastro no Cras

Teresina possui 19 unidades de Centro de Referência da Assistência Social (Cras) espalhadas pelas zonas da cidade, que atendem o público em situação de vulnerabilidade social. Para ter acesso, é necessário ir diretamente ao ponto de atendimento da sua região ou entrar em contato e solicitar informações.

Zona norte 

  • Norte I - Parque Wall Ferraz - 86 3215-4155
  • Norte II- Mafrense - 86 3217-4258
  • Norte III - vila São Francisco Norte - 86 3214-2031
  • Norte IV - Estrada do São Vicente de Cima – PI 112 – 86 3234-8110
  • Norte V - Parque Stael - 86 3219-3005

Zona  Sul

  • Sul I - Conjunto Portal da Alegria - 86 3219-2763
  • Sul II - Angelim - 86 3215-4214
  • Sul III - Promorar - 86 3220-5405
  • Sul IV - Bairro Redenção - 86 3215-9316
  • Sul V - Angelim II - 86 3220-9517

Zona Leste

  • Leste I - Pq. Anita Ferraz - 86 3215-9215
  • Leste II - Conjunto Vila Maria II -  86 3231-4211
  • Leste III – Vale do gavião - 86 3234-5573
  • Leste IV - Piçarreira I- 86 3233-7101
  • Leste V - Sítio Santa Inácia – PI 113 - 86 3233- 2610

Zona Sudeste 

  • Sudeste I – Extrema-  86 3215 7648
  • Sudeste II - Dirceu I - 86 3236 2626
  • Sudeste III - Monte Horebe - 86 3235 9512
  • Sudeste IV - Estrada da Usina Santana - Residencial Deus Quer- 86 3235 9800


Documentos

Para solicitar os serviços oferecidos pelo CRAS, é necessário que a pessoa ou família esteja cadastrada no Cadastro Único do Governo – CadÚnico. Para esse cadastro é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • RG de todos os membros da família;
  • Certidão de nascimento das crianças;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de casamento, quando há.

Outros documentos podem ser solicitados para a inclusão nos programas, mas os assistentes sociais das unidades  irão informar detalhadamente quais são e ajudar a providencia-los. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário