Padre Tony Batista toma posse na Academia Piauiense de Letras nesta sexta (01)

O religioso que é filósofo e teólogo, com mestrado pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, assume a cadeira de número 22

31/03/2022 13:47h - Atualizado em 31/03/2022 13:52h

Compartilhar no

O padre Tony Batista, Vigário Geral da Arquidiocese de Teresina e diretor da Ação Social Arquidiocesana (ASA), toma posse como imortal da Academia Piauiense de Letras (APL) nesta sexta-feira (01/04) em solenidade que será realizada no auditório Dom Avelar Brandão Vilela, no Bairro de Fátima, zona Leste de Teresina. 

O religioso que é filósofo e teólogo, com mestrado pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, assume a cadeira de número 22, que foi ocupada pelo desembargador Nildomar Silveira. Para Tony Batista, sua posse também representa os demais padres que integram o clero católico no Piauí.

Foto; Divulgação

“A Academia é uma das instituições mais importantes e mais sérias do Piauí. É um grupo de homens e mulheres de alto conceito, gabarito, conhecimento cultural, que são uma grande referência da nossa cultura. Então eu entro, mas não entro só, pois é como se eu fosse acompanhado por muitos irmãos padres que não apenas passaram por lá, mas que foram patronos e fizeram história na instituição”, afirmou.

Quem é Tony Batista

Padre Tony Batista, 75 anos, é natural da cidade de São Pedro do Piauí. Ele filósofo e teólogo, com mestrado pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, e especialização em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de Santiago (Chile). Entre sua produção religiosa se destaca o livro “Memórias de Um Peregrino”, onde relata as suas experiências na Terra Santa.

Tony Batista é o criador da Caminhada da Fraternidade, evento considerado patrimônio cultural e imaterial do Piauí, votado para os trabalhos sociais desenvolvidos pela Igreja.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no