Piauí apresenta crescimento do IDEB durante a pandemia

No Ensino Médio, o Piauí saiu da 14° para a 9° posição no ranking educacional do IDEB

16/09/2022 16:50h

Compartilhar no

O Piauí apresentou crescimento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) mesmo durante a pandemia de Covid-19 nas séries do ensino fundamental e médio, segundo dados publicados nesta sexta-feira (16/09) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC). 

Os números apontam que no Ensino Médio o índice do estado saiu de 3,7, em 2019, para 4,0, em 2021, o que elevou o desempenho do Piauí da 14° para a 9° posição no ranking educacional do IDEB, junto com Paraná, Goiás, São Paulo, Ceará, Espírito Santo, Pernambuco, Tocantins e Rio Grande do Sul. 

No Ensino Fundamental, o estado também apresentou evolução na avaliação. Em 2019, a nota do 1º ao 5º ano era de 6.0, agora é de 6.1. Com ralação as séries finais, do 6º ao 9º ano, a pontuação saiu de 4,3 para 4,9, superando a meta estabelecida para 2021 que foi de 4,7.

Foto: Assis Fernandes / O Dia 

O secretário de Educação, Ellen Gera, destacou ainda a melhora na avaliação dos alunos nas disciplinas de matemática e português. O gestor comemorou os resultados ao explicar que vários órgãos projetaram queda drástica na aprendizagem dos estudantes de todo o país. 

“Quando observamos a nota de aprendizagem dos estudantes do Ensino Médio, nas disciplinas de Português e Matemática, mantivemos, em 2021, a média de 2019, com 260 pontos, em Português, e 256 e 259 pontos, em Matemática. Destaco esses números, porque muitos Institutos estavam prevendo uma regressão de até 10 anos na aprendizagem, mas, aqui no Piauí, isso não aconteceu. Conseguimos manter a média de proficiência e isso significa que as estratégias que adotamos na pandemia deram certo e conseguiram mitigar alguns danos maiores”, avaliou Ellen Gera. 

O secretário destacou ainda a importância de ações que foram desenvolvidas durante a pandemia como a distribuição de chips e tablets, expansão da mediação tecnológica. Por outro lado, Ellen Gera apontou também a importância dos profissionais da educação no período de restrições. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário