Piauí é o estado com maior concentração do valor gerado pela agropecuária

O Índice de Gini da distribuição do Valor Adicionado Bruto (VAB) da atividade Agropecuária no Piauí é 0,722, o maior do Brasil.

18/12/2021 13:25h - Atualizado em 18/12/2021 13:38h

Compartilhar no

No Piauí, poucos municípios concentram grande parte do valor gerado pela produção final da agropecuária. De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado tem o maior indicador de desigualdade do país quando se trata do montante gerado por atividades agropecuárias. 

A concentração é medida por meio do Índice de Gini, que é usado para comparar níveis de desigualdade econômica. O indicador varia de 0 a 1, sendo que, quanto mais próximo de 1, maior o desequilíbrio. 

O Índice de Gini da distribuição do Valor Adicionado Bruto (VAB) da atividade Agropecuária no Piauí é 0,722, o maior do Brasil. O Acre possui a menor concentração do VAB do setor Agropecuário, com indicador de 0,322. No Brasil, o índice é de 0,630. 

(Foto: Agência Brasil)

Apesar do alto índice de concentração do montante produzido no setor Agropecuário, o indicador registrou queda entre 2018 e 2019. O Índice de Gini do VAB da Agropecuária no Piauí era de 0,745 em 2018. 

Em 2019, mais da metade (55,1%) do VAB da Agropecuária piauiense foi gerado por apenas dez dos 224 municípios do estado: Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí, Bom Jesus, Ribeiro Gonçalves, Santa Filomena, Guadalupe, Gilbués, Currais, Corrente e Parnaíba. Juntos, eles produziram pouco mais de R$ 2 bilhões com a atividade Agropecuária, sendo que o valor total obtido pelo estado foi de R$ 3,7 bilhões. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do IBGE

Deixe seu comentário