Piauí vai vacinar público de 12 a 17 anos mesmo após decisão do Ministério da Saúde

Ministério da Saúde excluiu crianças e adolescentes sem comorbidades da vacinação alegando que este público é assintomático e tem sintomas leves. Estudos comprovam segurança da vacina para esta faixa de idade.

17/09/2021 08:06h - Atualizado em 17/09/2021 08:13h

Compartilhar no

Nesta quinta-feira (16), o Ministério da Saúde recuou na orientação que havia dado aos estados e municípios e decidiu retirar da fila de vacinação as crianças e adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. A justificativa para a decisão foi que a este público apresenta sintomas leves ou é assintomático quando contrai a covid-19. No entanto, em vídeo publicado em suas redes sociais ainda ontem (16), o governador Wellington Dias anunciou que o Piauí vai vacinar este público alvo de acordo com o que recomenda a ciência e a própria Organização Mundial de Saúde.

Vale lembrar que pelo menos 54 municípios no Piauí já começaram a vacinar crianças e adolescentes de 12 a 17 anos com doses recebidas anteriormente. Estas cidades, pelo que afirma o governador, poderão dar continuidade à vacinação deste público-alvo, recebendo a partir desta semana, as doses específicas para isto. A distribuição das vacinas já deve iniciar no final de semana.

Em seu comunicado, Wellington Dias diz que está seguindo a ciência, balizado pelas orientações da OMS, do Comitê Científico do Nordeste – do Consórcio Nordeste – e pelo próprio Comitê Estadual de Operações Emergenciais contra a Covid-19, o COE. 

“No Piauí, vamos continuar seguindo a ciência. A orientação é do nosso Comitê Científico, que está integrado com cientistas do Brasil, do mundo e da própria OMS. Através da Sesapi, estamos encaminhando a continuidade da vacinação para abaixo de 18 anos. Queremos proteger nossas crianças e adolescentes e a ciência já recomenda com segurança a vacina da Pfizer”, explicou Dias.

A vacina a ser aplicada neste público é a Comirnaty Pfizer, que já já vem sendo aplicada nos demais públicos e possui estudos clínicos avançados que garantem a segurança para crianças e adolescentes de 12 a 17 anos. Nos Estados Unidos, a Pfizer já inicia pesquisas inclusive sobre a aplicação do imunizante em crianças a partir dos cinco anos de idade com resultados, segundo a empresa, promissores.

O médico pediatra Vinícius Nascimento lembra que é importante garantir a imunização desta faixa de idade dado à exposição que ela possui ao vírus. “São crianças e jovens que estão indo para as escolas e precisam ir para as universidades, que estão mais expostos ao vírus e que transmitem mais facilmente. É importante avançarmos nesta imunização”, afirmou o pediatra.

Aqui no Piauí, a ordem de vacinação para as pessoas abaixo dos 18 anos seguirá o que havia sido inicialmente recomendado pelo Ministério da Saúde: primeiro, serão imunizadas as crianças e adolescentes de 12 a 17 anos que possuem deficiência permanente, em seguida os que possuem comorbidades, logo depois as adolescentes gestantes e puérperas e, então, aqueles que estão privados de liberdade. Só então a vacinação será aberta para o público geral de 12 a 17 anos.

Teresina deve começar a vacinar crianças e adolescentes de 12 a 17 anos semana que vem

Em entrevista a uma emissora de TV local nesta manhã (17), o médico Gilberto Albuquerque, presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), informou que Teresina já deve começar a vacinar as crianças e adolescentes de 12 a 17 anos que possuem deficiência permanente a partir da próxima semana. A expectativa é que as doses destinadas para este público comece a ser distribuídas no final de semana.

“Para os adolescentes com deficiência permanente, a Sesapi já nos informou que as doses serão distribuídas ainda essa semana, provavelmente amanhã. A vacinação já deve começar na próxima semana. Tão logo recebamos as vacinas, abriremos o agendamento para poder abrir a vacinação para este público”, disse Gilberto Albquerque.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário