Polícia investiga venda de ambulância para pagar dívida de prefeito

Viatura da Secretaria de Saúde de Bertolínia foi encontrada em uma propriedade rural de Landri Sales e o filho do dono do terreno disse que o carro foi entregue pelo prefeito a seu pai.

15/12/2017 08:47h - Atualizado em 15/12/2017 11:16h

Compartilhar no

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Uruçuí e da Regional de Guadalupe, está investigando a suposta venda de uma ambulância da Secretaria de Saúde de Bertolínia para pagamento de uma dívida pessoal do prefeito da cidade, Luciano Fonseca (PT). O veículo foi encontrado em uma propriedade rural na cidade de Landri Sales e, segundo a polícia, teria sido entregue ao dono do terreno pelo prefeito de Bertolínia para quitar uma conta. A informação é do gerente de policiamento do interior, delegado Everton Ferrer.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com ele, os policiais estiveram na propriedade em Landri Sales após receberem denúncias anônimas e lá encontraram a viatura da Secretaria de Saúde de Bertolínia. O veículo ainda possuía todos os adesivos de identificação como um bem público, mas já estava sendo desmontada, tendo sido encontrada sem os pneus.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

“Nós conversamos com o filho do dono do terreno e ele nos informou que a ambulância teria sido entregue a seu pai pelo prefeito Luciano Fonseca para quitar uma dívida, mas não soube precisar do que se tratava exatamente e nem o valor devido”, pontua o delegado.

Everton Ferrer informou ainda que o dono da propriedade, que não teve seu nome divulgado, será ouvido para prestar esclarecimentos sobre como um patrimônio da administração pública de outro município foi parar em sua propriedade e as circunstâncias da aquisição do veículo.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

“A denúncia não se resume somente à ambulância. Há informações também de que o gestor teria entregue um trator para pagar uma dívida contraída com um agiota, mas ainda não temos materialidade deste segundo relato”, explica o delegado.

O Portal O Dia tentou contato com o prefeito Luciano Fonseca (PT), mas as ligações não foram atendidas. A reportagem procurou também a assessoria do prefeito, mas não obteve retorno. Já a secretária municipal de saúde de Bertolínia, Eliane Fonseca, limitou-se a dizer que não tem conhecimento do assunto.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário