Prefeitura faz obra na Barragem do Bezerro para evitar rompimento

Ao atingir a capacidade máxima por conta das chuvas, a parede da barragem começou a vazar aumentando o risco de rompimento.

08/04/2018 12:11h - Atualizado em 08/04/2018 12:20h

Compartilhar no

A manhã deste domingo (8) começou com muito alarde na cidade de José de Freitas, localizada na região metropolitana de Teresina. Isso porque a Prefeitura do município teve que abrir as comportas da Barragem do Bezerro para diminuir a quantidade de água represada. Além disso, uma obra de caráter emergencial também foi feita no local para aumentar o sangradouro e evitar o rompimento da barragem.

Prefeitura faz obra emergencial para aumentar o sangradouro. (Foto: Reprodução/Saraiva Repórter)

De acordo com o secretário de Meio Ambiente de José de Freitas, Fernando Freitas, foram encontrados vazamentos na parede da barragem, ocasionados pelo furto de 100 carradas de pedras feito há dois anos.

Vazamentos encontrados na parede na barragem (Foto: Reprodução/Realidade em Foco)

Com isso, ao atingir a capacidade máxima por conta das chuvas dos últimos dias, a parede da barragem começou a vazar e amedrontou populares que temiam um rompimento. Para evitar maiores riscos, a parede da barragem, que é utilizada para tráfego pelos moradores, foi interditada pela Guarda Municipal, impedindo a passagem de pessoas e veículos. 

A Guarda Municipal interditou a parede da barragem, para evitar o rompimento. (Foto: Reprodução/Saraiva Repórter)

Para o secretário Fernando Freitas, com o aumento do sangradouro e a abertura das comportas, não há mais risco de rompimento. Equipes do Ministério Público e do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) estão no local fazendo um levantamento das condições da barragem.

Ponto turístico

A Barragem do Bezerro é um dos principais pontos turísticos do Piauí. Moradores e turistas costumam se reunir no local durante o período de férias.

Barragem do Bezerro durante o período de férias. (Foto: Reprodução/Saraiva Repórter)

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário