Concurso da PM: prova objetiva ocorrerá no dia 30 de janeiro

A informação foi confirmada por Lindomar Castilho, comandante da PM-PI

10/12/2021 14:53h - Atualizado em 10/12/2021 16:44h

Compartilhar no

O Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe) confirmou nesta sexta-feira (13), que a prova objetiva do Concurso da Polícia Militar foi remarcada para o dia 30 de janeiro de 2022. O cronograma completo será publicado ainda nesta sexta no Diário Oficial do Estado (DOE).

O Concurso, que visa preencher 1.000 vagas para soldados e 40 para oficiais, conta com mais de 40 mil inscritos e os os subsídios são de R$ 3.470,66 para o cargo de Soldado e de R$ 5.367,12 para Aspirante-a-Oficial.

De acordo com Lindomar Castilho, comandante da PM-PI, o final do cronograma teve poucas mudanças em relação ao primeiro. Ele ressalta ainda que os aprovados, ao serem nomeados, irão contribuir para a segurança do Piauí, que hoje possui cerca de 6 mil profissionais.

(Foto: Divulgação/PM-PI)

Novo cronograma

O concurso terá cinco etapas, sendo a primeira, a realização da prova escrita; a segunda, o exame de saúde, no período de 28 de março a 14 de abril de 2022; a terceira, o exame de aptidão física, de 16 de maio a 1º de junho de 2022; a quarta, a avaliação psicológica, no dia 7 de julho de 2022. Por fim, a quinta e última etapa, a investigação social (envio de documentação), de 11 a 13 de agosto de 2022. 

O resultado final da quinta etapa sai até o dia 22 de setembro, e a divulgação dos candidatos aprovados para matrícula no curso de Formação de Solados da PM ocorre até o dia 28 de setembro. 

O governador Wellington Dias saudou os candidatos, desejando boa sorte a todos e frisou que o certame permanecerá a cargo da Nucepe. "Nós queremos saudar a todos que se inscrevem e que tenhamos bons resultados”, afirmou. 


Entenda 

A prova objetiva do Concurso da Polícia Militar do Piauí, que estava marcada para o dia 5 de dezembro, foi suspensa devido ao aumento do número de inscritos  e, consequentemente, da necessidade de reorganização do cronograma de aplicação das provas, de forma que mantenha o distanciamento social, e cumpra os protocolos de segurança contra a Covid-19.

Com isso, o governador Wellington Dias (PT) decretou situação de emergência administrativa na realização do concurso público da Polícia Militar do Piauí, dando prioridade a todos os processos relacionados ao concurso da PM.

O governo espera atender às demandas extraordinárias causadas pelo excessivo número de candidatos inscritos para o concurso da PM-PI com a urgência necessária para o interesse público.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário