Indústrias piauienses somaram receita líquida de R$ 8 bilhões em 2020, aponta IBGE

Valor gerado pela indústria do Estado representa 2,5% do total registrados na região Nordeste naquele ano. Fabricação de alimentos e bebidas são os setores mais relevantes.

22/07/2022 08:14h - Atualizado em 22/07/2022 08:42h

Compartilhar no

O IBGE divulgou nesta quinta-feira (21) os dados da Pesquisa Industrial Anual (PIA) referentes a 2020. Os números do primeiro ano da pandemia mostram que, apesar das restrições impostas pelo coronavírus, a indústria piauiense conseguiu fechar aquele ano com bons resultados. As unidades locais industriais do Piauí que possuem cinco ou mais pessoas ocupadas tiveram receita líquida anual de R$ 8,7 bilhões em 2020.


Leia também: Produção industrial do Piauí apresenta estabilidade, indica pesquisa 


Segundo o IBGE, esse valor gerado no Estado representa 2,5% do total registrado na região Nordeste em 2020, que foi de R$ 351 bilhões. Com os 8,7 bilhões gerados pelas indústrias piauienses naquele ano, a receita líquida do Estado aumentou em comparação ao ano anterior quando representava apenas 1,8% do total do Nordeste. Em 2019, o Piauí havia gerado R$ 5,9 bilhões dos R$ 320 bilhões de receita líquida com a indústria que teve a região Nordeste.

Em termos de proporção, apesar de ter tido crescimento, o Piauí continua como o estado de menor participação entre os que compõem o Nordeste. A maior proporção é a da Bahia, que gerou 42,3% da receita líquida da região em 2020.


Foto: Arquivo O Dia

Outro dado que o IBGE conseguiu extrair da Pesquisa Industrial Anual 2020 diz respeito às atividades industriais que mais possuem relevância em termos econômicos no Piauí. Os números apontam que a principal atividade industrial do Estado é a fabricação de produtos alimentícios: esta atividade gerou 47,6% do chamado Valor de Transformação Industrial (VTI) do estado em 2020.

Depois da fabricação de produtos alimentícios aparece a fabricação de bebidas como a segunda atividade industrial mais representativa do Piauí tendo, este setor, gerado um Valor de Transformação Industrial na casa dos 17% em 2020. Em terceiro lugar, a atividade que mais se destaca no Piauí é a da metalurgia, com participação de 6,1% do Valor de Transformação Industrial. Em 2020, o Piauí gerou R$ 2,6 bilhões em Valor de Transformação Industrial, segundo o IBGE.

Já a região Nordeste teve um Valor de Transformação Industrial de R$ 143 bilhões em 2020, o que equivale a 9,5% do total do Brasil. Comparando os Estados, a Bahia teve a maior participação da região, representando 39,8% do total. Junto com Pernambuco (20%), Ceará (14%), os três estados produziram 73,8% do Valor de Transformação Industrial do Nordeste. O Piauí segue com a menor participação do Nordeste, com 1,9%. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do IBGE

Deixe seu comentário