São João da Canabrava entra em lockdown total após surto de covid-19

Somente poderão funcionar farmácias, supermercados e vendas de hortifruti. Cidade está sob toque de recolher das 18h às 5h.

15/06/2021 12:32h - Atualizado em 15/06/2021 12:43h

Compartilhar no

O município piauiense de São João da Canabrava entrou em regime de lockdown total com fechamento de todas as atividades essenciais e não essenciais depois de um surto de covid-19. A cidade tem 4.600 habitantes e registrou 80 casos de de infecção pelo coronavírus este mês. De acordo com a Secretaria de Saúde de São João da Canabrava, só hoje a cidade confirmou mais nove casos. 

A lockdown total foi determinado pelo prefeito Elson Silva de Sousa, começou a valer nesta segunda-feira (14) e segue até o próximo dia 20. Durante o período do decreto, poderão funcionar apenas farmácias, supermercados, mercearias e hortifruti. Estes setores deverão operar somente em formato de delivery, devendo os donos escolherem dois funcionários para fazer a entrega dos produtos no período das 6h às 18h.

Os demais serviços considerados essenciais, como padarias, lanchonetes, pontos de açaí, borracharias, oficinas mecânicas, açougues, lotéricas e correspondentes bancários, deverão permanecer fechados. 


Foto: Reprodução/Riachão Net

Pontos de fornecimento de combustíveis podem funcionar, devendo, no entanto, respeitar todas as normas determinadas pelas autoridades de saúde com distanciamento social e uso obrigatório de máscara tanto para funcionários como para clientes.

A feira livre da cidade terá suas atividades interrompidas. O transporte alternativo de passageiros também ficará suspenso enquanto vigorar o decreto e São João da Canabrava passa a ter toque de recolher das 18h às 5h. É proibida inclusive a circulação de pessoas pelos espaços públicos entre as 23h e as 5h, salvo os casos de extrema necessidade.

Caberá à Vigilância Sanitária Municipal e à Polícia Militar fiscalizar o cumprimento do decreto, dissolvendo aglomeração de pessoas, proibindo o consumo de bebida alcoólica em locais públicos ou de circulação pública, e também coibindo a direção sob efeito de álcool. Em caso de descumprimento do que determina a Prefeitura, o poder público  poderá aplicar multa entre R$ 100 e 1.000.00 de acordo com a gravidade da infração.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário