Tarifa de água no Piauí terá reajuste de 7,77% em 2023; medida vale a partir de janeiro

Reajuste foi solicitado pela Agespia e autorizado pela Agrespi. Agência alegou evolução dos custos dos produtos e equipamentos usados na prestação do serviço.

25/11/2022 07:49h - Atualizado em 25/11/2022 07:57h

Compartilhar no

A Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados do Piauí (Agrespi) decidiu acatar pedido da Agespisa e autorizou reajuste da tarifa de água no Estado no percentual de 7,77% a partir de 01 de janeiro até 31 de dezembro de 2023. A portaria que regulamenta esse reajuste foi publicada na edição da quarta-feira (22) do Diário Oficial do Piauí

De acordo com o documento, a Agespisa demonstrou à Agrespi que houve uma evolução dos custos dos produtos e equipamentos químicos necessários à prestação do serviço de abastecimento no Piauí. A Agência de Águas e Esgotos deverá, no entanto, apresentar mensalmente todas as avaliações técnicas para a perfeita regulação de seu serviço além de cumprir com a divulgação dos resultados mensais e anuais da qualidade da água fornecida e do esgoto tratado.


Solicitação de reajuste da tarifa foi feita pela Agespisa à Agrespi - Foto: Arquivo O Dia

O reajuste de 7,77% na conta de água autorizado para 2023 é menor que os 10,83% que foram autorizados pela Agrespi para este ano de 2022. Conforme a tabela de preços de tarifa a ser aplicada a partir de janeiro, as residências com faixa de consumo até 10m³ mensais deverão pagar uma taxa de R$ 15,46. Aa residências cujo consumo foi acima de 10m³ deverão ser cobradas pelo residencial não social. Confira na tabela abaixo:


Imagem: Reprodução/Diário Oficial do Piauí

A portaria que autorizou o reajuste da tarifa de água no Piauí para 2023 foi assinada pelo conselheiro Samuel Ribeiro Gonçalves Ferreira, da Agrespi. Seus efeitos começam a valer a partir de 01 de janeiro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no