Tarifa Social de Energia: Quase 70 mil piauienses podem perder o benefício até 2023

Os municípios com mais clientes aptos a perder o benefício ainda esse ano são: Teresina (3.984), Parnaíba (910), Piripiri (617), Picos (563) e Floriano (375).

18/08/2022 10:49h

Compartilhar no

De acordo com o último levantamento realizado no mês de julho, 69.680 famílias podem perder o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica até dezembro de 2023 caso não realizem a atualização cadastral. Em 2022, existe um impacto previsto para 20.865 consumidores. Os municípios com mais clientes aptos a perder o benefício ainda esse ano são: Teresina (3.984), Parnaíba (910), Piripiri (617), Picos (563) e Floriano (375).


Leia também: Entenda as novas regras da Tarifa Social de Energia Elétrica 

Para atualizar o cadastro, os beneficiados pelo programa devem se dirigir ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de seu município levando em mãos a carteira de identidade, CPF, número do NIS e a conta de energia. A renovação deve ser realizada, obrigatoriamente, a cada dois anos.

(Foto: André Corrêa/Agência Senado)

“É importante que os clientes fiquem atentos aos prazos da atualização cadastral para permanecerem incluídos no benefício. Existe um tempo para que o sistema do governo federal reconheça a atualização e, por isso, recomendamos que os clientes não esperem até o último momento para fazê-la”, ressalta Patrícia Araújo, Consultora de Relacionamento da Equatorial Piauí.

A Tarifa Social de Energia Elétrica garante até 65% de desconto na conta de energia aos clientes baixa renda que façam parte do Cadastro Único para programas do governo federal. Para ser beneficiado pela Tarifa Social de Energia Elétrica os clientes devem possuir o NIS (Número de Identificação Social) para programas do governo federal e renda familiar mensal per capita (por pessoa da família) menor ou igual a meio salário-mínimo nacional. No Piauí, ao todo, mais de 554 mil famílias são beneficiadas pelo programa. Ainda existe, em todo o Estado, mais de 167 mil famílias com perfil para cadastro na Tarifa Social. 

O cadastro pode ser realizado por meio dos seguintes canais:

- Agência virtual no site: https://www.equatorialenergia.com.br;

- Na assistente virtual Clara, no WhatsApp (86) 3228-8200;

- Na Central de Atendimento no 0800 086 0800;

- Através do contato com leiturista da Distribuidora, que também realiza o cadastro;

- Agências de atendimento da Equatorial Piauí;

Site da SASC – www.sasc.pi.gov.br.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da Equatorial Piauí

Deixe seu comentário