“Vice tem que ser discreto”, diz Themístocles após cobrança de Sílvio Mendes

Ele declarou que tem tranquilidade de que a partir do próximo mês Rafael Fonteles estará liderando as pesquisas

18/05/2022 17:05h

Compartilhar no

O deputado Themístocles Filho (MDB), que deve ser o vice-governador na chapa encabeçada por Rafael Fonteles (PT) para a disputa do governo do Piauí, rebateu nesta quarta-feira (18/05) a declaração do pré-candidato a governador, Sílvio Mendes (União Brasil). 

Em entrevista ao programa O Dia News, da O Dia TvSílvio Mendes criticou a ausência de Themístocles na pré-campanha de Rafael e o chamou de vice-oculto. Nesta quarta, Themístocles disse que todo vice deve ter posicionamento discreto. 

“Vice tem que ser discreto. O Dr. Sílvio foi vice. E foi um vice tão discreto que ninguém nem sabia que ele era vice, quando ele foi vice do Zé Filho. Deixa ele cuidar da vida dele. Ele nega o apoio ao presidente Bolsonaro. Pois então, entrega o boné e diz que o senador Ciro Nogueira não vota nele”, declarou o deputado.

Foto: Jailson Soares / O Dia

Por outro lado, Themístocles comentou que não revidará as provocações que surgirem durante a disputa eleitoral deste ano. Ele declarou que tem tranquilidade de que a partir do próximo mês Rafael Fonteles estará liderando as pesquisas. 

“Em julho, agora, o Rafael vai estar ganhando nos três cenários. A gente já ganha na maioria dos municípios, mas vamos ganhar na espontânea, na estimulada e quando bota Lula, Bolsonaro. Vamos ganhar nos três cenários”, disse. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário