Coronel Lindomar Castilho descarta entrar na política: “não tenho perfil”

O ex-comandante da PM, disse ainda que se receber convite para alguma atividade, pode continuar no serviço público

04/04/2022 11:31h

Compartilhar no

O Coronel Lindomar Castilho, que saiu nesta segunda-feira (04) do comando da Polícia Militar do Piauí, deixou claro que não pretende entrar na política. A notícia da possibilidade dele de disputar cargos políticos surgiu após a confirmação da mudança de comando na PM, juntamente com a troca de outros secretários e chefes de pastas da gestão do ex-Governador Wellington Dias, que saíram para disputar as eleições de outubro.


Leia também: Coronel Scheiwann Scheleiden toma posse como novo comandante da PM do Piauí 

No entanto, Lindomar foi enfático ao negar a possibilidade. “Na política, não. É zero [a chance de disputar eleições]. Só vou acompanhar os amigos que tenho na política, como os deputados Carlos Augusto e Fábio Abreu, que são dois grandes amigos. Mas eu mesmo, não tenho perfil para a política”, declarou.

(Foto: Assis Fernandes/O Dia)

O ex-comandante da PM, disse ainda que se receber convite para alguma atividade, pode continuar no serviço público. “Na Polícia Militar, eu me despeço hoje. Comparo com o jogador de futebol: pendurei as chuteiras! Se houver algum convite para colaborar num espaço do estado, como Secretaria de Segurança, da Justiça, estou à disposição”, complementou Lindomar Castilho.

O coronel Lindomar Castilho deixou o comando e passou o bastão para o coronel Scheiwann Scheleiden Lopes da Silva, novo comandante da Polícia Militar do Piauí. A solenidade aconteceu no pátio externo do Quartel do Comando-Geral da PM, na zona sul de Teresina.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário