Denúncias de O Dia embasam pedido de impeachment de Dr. Pessoa

A medida que pede a interrupção do mandato do gestor aponta quatro supostos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa

25/01/2022 16:01h - Atualizado em 25/01/2022 16:19h

Compartilhar no

As denúncias realizadas pelo Sistema O Dia de Comunicação embasam grande parte do pedido de impeachment do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), apresentado nesta terça-feira (25) pelo partido Cidadania na Câmara Municipal de Vereadores. A medida que pede a interrupção do mandato do gestor aponta quatro supostos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa. 

Em quase 100 páginas, o Cidadania elenca quatro motivos para justificar o pedido, todos eles denunciados pelo O Dia. Na área onde são anexados documentos comprobatórios, aparecem várias páginas do Portal O Dia com reportagens e desdobramentos dos casos, páginas do Jornal O Dia com reportagens exclusivas e decisões do Tribunal de Justiça de do Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Foto: Assis Fernandes / O Dia

O primeiro deles, o compartilhamento de dados fiscais de pessoas jurídicas da Secretaria de Finanças com uma empresa privada, foi publicada na coluna do jornalista João Magalhães no mês de outubro do ano. A reportagem relevou que a Prefeitura tinha um contrato com uma empresa, mas preferiu um acordo verbal com a IP Carrier Telecom do Brasil.

Já sobre os problemas do transporte público, o pedido levou em conta que a Prefeitura editou Decreto de Calamidade Pública Inconstitucional e sem aval obrigatório da Assembleia Legislativa e utilizou uma matéria do jornalista Otávio Neto, publicada como manchete do Jornal O Dia, intitulada “Dr.Pessoa não honra acordo e faz dívida com o Setut triplicar”

No item Condição ilegal para renovação e contrato público, o pedido se baseia em matéria dos jornalistas Tárcio Cruz e João Magalhães e que denunciou que a Prefeitura de Teresina tentou utilizar um contrato com a APAE para benefício de apadrinhados políticos .

Os conteúdos do O Dia também estão presentes no quarto quesito do pedido de impeachment do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa. A compra de 100 mil exemplares do livro Teresina Educativo  pelo valor de R$ 6,5 milhões pela Secretaria Municipal de Educação foi denunciada e repercutida pelos veículos do sistema O Dia. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário