Dra. Amariles Borba pede exoneração após 23 anos de trabalho na FMS

A gestora deixa a FMS em meio a uma grave crise administrativa no órgão

30/11/2022 11:33h - Atualizado em 30/11/2022 12:29h

Compartilhar no

A Diretora de Assistência Especializada da Fundação Municipal de Saúde, Amariles Borba, confirmou na manhã desta quarta que pediu exoneração da Fundação Municipal de Saúde. A médica deixa a FMS após 23 anos de serviços prestados. Uma referência na saúde do município, Amariles Borba coordenou as principais campanhas de imunização dos últimos anos na cidade. Amariles deixa a FMS por motivos de saúde. 

A gestora deixa a FMS em meio a uma grave crise administrativa no órgão. Na última sexta foram exonerados vários diretores da cúpula administrativa e financeira da instituição, o diretor do Hospital de Urgência também perdeu o cargo . As mudanças foram coordenadas pela primeira-dama de Teresina, Samara Conceição. Com aspirações políticas a enfermeira esposa de Dr. Pessoa estaria aumentando sua influência na instituição.

Em conversa a gestora confirmou o pedido de saída do órgão. “Não fui exonerada da Fundação, eu pedi exoneração. Ainda não fui exonerada, para o modo de quê eu não sei, pergunta para o Papa Francisco lá no Vaticano. Estava na FMS desde fevereiro de 1999, agora por que eu continuo com o cargo comissionado pergunta ao Prefeito e o Presidente da Fundação por que eu nunca fui pedi e fui convidada insistentemente”, afirmou Amariles Borba.

De acordo com a Fundação Municipal de Saúde a “Dra. Amariles Borba não foi exonerada ela pediu exoneração por motivos de saúde. A presidência da FMS entendeu a justificativa e agradeceu e reconhece os relevantes serviços prestados por ela em prol da saúde de Teresina e do Piauí”, afirmou o órgão.

Vereador lamenta

Na Câmara o vereador Luiz Lobão (MDB) criticou a saída de Amariles Borba e lamentou a perda que o município sofrerá. “Vi com tristeza a saída da Dra. Amariles Borba a saída dela da Fundação Municipal de Saúde, não por ser minha amiga, mas pela competência. Ela foi uma pessoa fundamental para a saúde do município e está em plena atividade mental, intelectual e profissional. Acho uma perda grande para a Fundação Municipal”, afirmou o parlamentar. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no