Primeira-dama de Teresina quer mudar gerências da FMS e enfraquecer Gilberto Albuquerque

Postos estratégicos como a chefia de Recursos Humanos da FMS e gerências estariam sob a reivindicação da enfermeira

25/11/2022 13:23h - Atualizado em 25/11/2022 15:31h

Compartilhar no

A crise na saúde que atinge a população de Teresina desde o início da gestão de Dr. Pessoa tem um novo capítulo, desta vez na política interna da Fundação Municipal de Saúde. De acordo com fontes da FMS a primeira-dama Samara Conceição Rodrigues estaria realizando diversas alterações em gerências do órgão e coordenando a exoneração de várias pessoas ligadas ao presidente da fundação, Gilberto Albuquerque.


Leia Mais: 

Vereadores denunciam “colapso” na saúde de Teresina e FMS é chamada para esclarecimentos 
MP notifica Prefeitura de Teresina para regularizar alimentação de pacientes acamados 
MP abre investigação contra Prefeitura por falta de bolsas de colostomia em Teresina 
Paciente relata esperar mais de duas horas por atendimento no Hospital do Satélite 


Postos estratégicos como a chefia de Recursos Humanos da FMS, as gerências financeira, de compras, nutrição e enfermagem estariam sob reivindicação da primeira-dama. Os hospitais da Primavera e do Monte Castelo também devem receber indicações da esposa de Dr. Pessoa. A estratégia teria como objetivo projetar o candidato a vereador apoiado pelo grupo de Dr. Pessoa, o nome é o do candidato a deputado federal da legenda, Thiago Duarte.

FOTO: Ascom PMT

Ao mesmo tempo que muda pontos estratégicos na FMS, Samara Conceição trabalha para enfraquecer Albuquerque. De acordo com as informações obtidas com exclusividade pelo jornal O Dia foram exonerados o ouvidor da FMS, o diretor da gerência de transportes e a diretora administrativa do Raul Bacelar. Já o diretor técnico do Hospital de Urgência de Teresina, Fábio Marcos de Sousa, já teria sido comunicado do desligamento. Todos os cargos da cota pessoal de Gilberto Albuquerque.

A inconsistência na coordenação da saúde de Teresina tem reflexos diretos na qualidade de vida da população. O Portal O dia denunciou ao longo do último mês a interrupção no fornecimento de medicamentos e insumos da dieta enteral para pacientes acamados de Teresina.

Ismael comentou a sua ida na FMS e revelou dificuldades no pagamento de fornecedores. “Na última sexta estive na Fundação Municipal de Saúde e me deparei com fornecedores que estão enfrentando problemas, a informação é que o setor financeiro estaria em reforma e o protocolo não estava passando informações precisas aos fornecedores que estão com pagamentos atrasados com a Prefeitura de Teresina. Esses fornecedores irão suspender a entrega de insumos o que vai prejudicar a população de Teresina, queremos saber o que de fato está acontecendo com a FMS e qual o motivo dos atrasos”, disse o parlamentar.

A reportagem procurou a assessoria de comunicação da primeira-dama do município e da Fundação Municipal, porém não obteve retorno.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no