Edson Melo chama Washington de cabo eleitoral “sem voto” e confia no ressurgimento do PSDB

Mesmo sendo integrantes do ninho tucano, Washington e Edson possuem raízes políticas antagônicas

12/05/2022 09:03h

Compartilhar no

O vereador Edson Melo, presidente do PSDB na capital, rebateu as críticas feitas pelo ex-gestor de Teresina, Washington Bonfim. Durante sua filiação ao PSB, Bonfim lamentou o cenário vivido pelo partido no Piauí  e criticou o que chamou de “desmonte” do PSDB no Piauí.  Mesmo sendo integrantes do ninho tucano, Washington e Edson possuem raízes políticas antagônicas, um ligado à esquerda e outro mais próximo a direita.

Edson fez incisivas críticas ao histórico político de Bonfim, e afirmou que o ex-gestor não teria “voto” em Teresina. “O Washington Bonfim tem origem no PT, antes de ser conduzido a secretaria de educação do município pelo ex-prefeito Silvio Mendes, ele era ligado ao então secretário Merlong, do PT. A origem dele é no PT. Não vou tirar o mérito dele como técnico, mas eu tinha a candidatura dele como linha auxiliar do PT, ele virou um estudioso, e um cabo eleitoral sem voto”, criticou o parlamentar.

FOTO: Elias Fontenele/ODIA

O vereador tucano demonstrou confiança em um fortalecimento do PSDB em 2024, principalmente em Teresina.  “O ex-governador Wilson Martins tem razão o PSDB sofreu um baque forte aqui em Teresina com a perda da eleição em Teresina e a com a morte do ex-prefeito Firmino Filho. Isso deixou o PSDB bastante enfraquecido na capital. E diga-se de passagem o PSDB nunca foi forte no interior do Estado do Piauí, e não vai deixar de ser essa grife na cidade de Teresina que irradia para o interior. Não será surpresa se o PSDB voltar forte em 2024 para ganhar as eleições”, concluiu Edson Melo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário