Fábio Novo quer candidatura própria do PT em Teresina e diz estar à disposição

Novo comentou que apesar do PT ter declarado apoio a Pessoa no segundo turno da disputa em 2020, ele não acompanhou a orientação do partido

10/02/2023 16:04h

Compartilhar no

O deputado estadual Fábio Novo, líder do governo da Assembleia Legislativa, quer o Partido dos Trabalhadores com candidatura própria para a Prefeitura de Teresina na eleição municipal de 2024. O parlamentar que foi candidato em 2020 e terminou em quarto colocado com 47 mil votos, defendeu que a sigla mantenha a tradição de lançar cabeça de chapa para o Palácio da Cidade. 

“O Partido dos Trabalhadores deve insistir em Teresina. Todo partido é feito com a intenção de conquistar um poder. Um partido que não quer conquistar a principal cidade do estado está fadado ao fracasso. O PT tem que ter candidatura de forma pedagógica para que a população conheça cada vez mais as lideranças do partido”, disse. 

Fábio Novo não poupou críticas a gestão do prefeito Dr. Pessoa. O deputado criticou o sistema de saúde e de transporte público da capital. Novo comentou que apesar do PT ter declarado apoio a Pessoa no segundo turno da disputa em 2020, ele não acompanhou a orientação do partido. 

Foto: Divulgação

O deputado não descarta uma nova candidatura a prefeitura de Teresina. “Meu nome está à disposição. Se for um desejo do partido eu topo, se não for também respeito. Essa decisão precisa passar pelo diretório municipal e ouvir o PV e o PCdoB. E tem que me ouvir também porque fui o último candidato”, disse em entrevista à O Dia Tv. 

PT na gestão de Dr. Pessoa

Fábio Novo defendeu que o PT tenha espaço na gestão de Pessoa já que declarou apoio ao prefeito no segundo turno da eleição. Uma ala do PT defendeu recentemente uma pasta mais robusta para garantir apoio a reeleição em 2024. Porém, um impasse interno na sigla acabou com a articulação. A SAAD Sul, que deveria ficar com o partido, acabou indo para Jeová Alencar nesta semana . 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no