Gessy não vê desgaste por ter assumido cargo na gestão de Dr. Pessoa

Ela se esquivou de defender a gestão de Dr. Pessoa ao declarar que cada pessoa é responsável por suas ações, independentemente da administração que faz parte

11/08/2022 15:49h

Compartilhar no

candidata do PSC ao governo do Piauí, Gessy Lima, disse nesta quarta-feira (11/08) que não teve desgaste de imagem após assumir a Secretaria de Economia Solidária (Semest) na gestão do prefeito Dr. Pessoa (Republicanos), que sofre com alta taxa de rejeição do teresinense. Para Gessy, sua decisão de fazer parte da gestão não prejudicará na disputa do Palácio de Karnak. 

“O Dr. Pessoa foi eleito com o voto do teresinense. O teresinense disse ‘eu quero o Dr. Pessoa como prefeito’. Eu fiquei do lado do teresinense. Fui dar a minha contribuição a convite do prefeito. Foi o voto do teresinense que me proporcionou fazer parte da gestão e dei minha contribuição”, disse.

Gessy ao declarar apoio a Dr. Pessoa (Foto: Divulgação)

Gessy Lima se esquivou de defender a gestão de Dr. Pessoa ao declarar que cada pessoa é responsável por suas ações, independentemente da administração que faz parte. Ela rebateu críticas de que estaria interessada em cargos na administração estadual. 

“Se eu tivesse interessada em uma secretaria eu não precisaria disputar eleição, porque fiquei em terceiro lugar na eleição municipal, sai com 50 mil votos. Poderia ter escolhido o mais fácil: escolher um lado, apoiar e fazer uma campanha apenas de apoio, sem ter que estar na linha de frente e passar por todo esse processo eleitoral”, comentou. 

A candidata demonstrou que deve repetir na disputa estadual a mesma estratégia que a levou ao terceiro lugar na eleição para prefeitura de Teresina. Ela apostará na imagem de renovação na polícia com as pautas de desenvolvimento econômico e industrialização do estado. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário